Stress no trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2997 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Poços de Caldas
2012

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3
2 O ESTRESSE NO AMBIENTE DE TRABALHO 4
3 COMO ACABAR COM O ESTRESSE NO TRABALHO 8
4 QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO 9
5 REFERÊNCIAS 12

INTRODUÇÃO

No atual contexto que estamos inseridos, observa-se cada vez mais o sofrimentos psíquico nos trabalhadores. É possível notar que o mundo globalizado de hoje exige maior competência docolaborador, exigindo-lhe a máxima competência. Porém, não há ao mesmo tempo a valorização do trabalho.
O sofrimento psíquico é consequência da pressão ao que o trabalhador é submetido diariamente em busca de lucros, competição, eficácia e da manutenção do emprego. O sofrimento psíquico é percebido de forma clara quando o trabalho deixa de ser motivo de prazer, bem estar, satisfação, sentir-seútil, passando a ser lugar de dor, sofrimento e cansaço.
O estresse relacionado ao trabalho é definido como situações em que a pessoa percebe seu ambiente organizacional como uma ameaça. Na organização, o estresse pode ser identificado tanto na pessoa, no grupo quanto na própria organização. Quando um desses três não combina ocorre o estresse
O trabalho, hoje, tornou-se algo alienante pela faltade poder, insatisfação, frustração. Os trabalhadores vivem num mundo insensível e hostil às suas pretensões e necessidades. As organizações com características alienantes possuem: trabalho coercitivo; pouca criatividade; sem controle sobre ritmo, intensidade e duração; tarefas aborrecidas; relações pessoais fragmentadas e competitivas. Ao surgirem as queixas psicossomáticas, ocorrem a queda deprodução, despesas médicas e administrativas sem retorno, clima interpessoal negativo, indicação de problema pessoal e diagnóstico de problemas.

O ESTRESSE NO AMBIENTE DE TRABALHO

O conceito de estresse surgiu nos anos 30, por Hans Selye, endocrinólogo, que definiu estresse como “um processo vital e fundamental onde pode ser dividido em dois tipos, ou seja, quando passamos por mudanças boas,temos o estresse positivo e quando atravessamos alguma fase negativa, estamos vivenciando o estresse negativo”. (ROCHA, 2005)
Segundo Veloso, estresse nas pessoas podem ser entendido como processo ou como resultante de um processo. Enquanto processo,
“o estresse compreende todas as reações biológicas e pscicológicas de um individuo e as ações humanas delas decorrentes para lidar com um agenteestressor, sendo que este pode se configurar como uma ameaça real, percebida e/ou socialmente construída.”(VELOSO, 2012)

Enquanto resultante de um processo, “estresse é resultante das reações biológicas e psicológicas em um individuo em função da presença real, percebida e/ou socialmente construída de um agente estressor.”(VELOSO,2012)
Segundo González e Oliveiras, o conceito de estresse é comouma resposta geral do organismo diante de estímulos ou situações estressantes, sendo um agente neutro capaz de tornar-se positivo ou negativo.

Estresse positivo:

* Efeito imediato
* Raciocínio e Memória melhoram
* As pupilas dilatam e a visão fica mais definida
* Os pulmões injetam mais oxigênio no sangue
* O coração bate mais depressa, a pressão sanguínea aumenta
*Um exército extra de glóbulos vermelhos desvia oxigênio de outros órgãos e conduz o combustível para os músculos.

Estresse negativo:

* Efeito acumulado
* O sistema imunológico enfraquece, o corpo fica vulnerável a vírus e infecções
* O hormônio CORTISOL intoxica as células do cérebro. Isso leva à fadiga, à ansiedade e pode estimular a depressão
* A pressão alta constante causadanos às veias e às artérias
* Privado da circulação sanguínea normal, o intestino fica sujeito a úlceras.

Em um artigo publicado por Lipp, destaca as ocupações que mais geram estresse negativo: 70% Juízes de trabalho, 65% bancários e policiais militares, 62% jornalista de mídia escrita diária, 40%executivos e 35% professores.
Com a globalização, o ambiente de trabalho vem sendo...
tracking img