Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 452 (112971 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DICIONÁRIO DE SOCIOLOGIA
1

A
Absentismo: A noção de absentismo é estudada pelos sociólogos no sentido específico de ausência do trabalho. O estudo do absentismo põe problemas de definição e de medida. Antes de fazer a soma dos tempos de ausência, é preciso saber que tipos de ausência serão contabilizados: assim, as mulheres têm a reputação de se ausentarem mais que os homens, mas, se seexcluírem as licenças de maternidade, a diferença apresentar-se-á bem pequena. A medida do absentismo implica que se disponha do meio de controlar as ausências de um assalariado, o que nem sempre acontece: assim, determinada categoria poderá parecer mais absentista que uma outra simplesmente porque as suas ausências são mais perceptíveis. Um estudo efectuado pelo INSEE permitiu, entretanto,estabelecer que o absentismo representava, em 1978, cerca de vinte dias úteis por ano, ou seja, 8,5 por cento do tempo de trabalho. Calcula-se que esta cifra média baixou sem dúvida a partir de então. Pôde verificar-se que os assalariados se ausentam com maior frequência quando são pouco qualificados, quando estão há pouco tempo ainda no seu posto de trabalho, quando são muito jovens ou, pelo contrário,muito idosos, quando trabalham numa grande empresa, quando os salários são baixos e as taxas de doença profissional e de acidente de trabalho elevadas. Nos estudos económicos, a ausência do trabalho é principalmente encarada como uma perda para o aparelho de produção e um comportamento desviante que convém canalizar. No quadro da sociologia das organizações, o absentismo pode ser compreendido comouma das saídas do
2

sistema de interacção que constitui a organização, como uma estratégia racional de compensação. Abstencionismo: Chama-se abstencionista ao cidadão que, gozando do direito de voto, não participa numa consulta eleitoral. O estudo do abstencionismo põe problemas de medida, de conteúdo, de observação e de interpretação. Nos Estados Unidos da América, o abstencionismo é medidopela diferença entre o número de cidadãos com idade de votar, fornecido pelo recenseamento, e o número de votantes. Na França só são contabilizados os eleitores inscritos numa lista eleitoral e que não participam no escrutínio; ora, pôde estabelecer-se que cerca de um francês em dez não estava inscrito nas listas eleitorais. Sobreavaliado sem dúvida no primeiro caso, o abstencionismo é subavaliadono segundo. Em alguns países, como a Bélgica, o voto é obrigatório. O abstencionismo encontra-se, portanto, lá limitado aos casos de força maior. Por outro lado, nos regimes de partido único o abstencionismo não tem evidentemente o mesmo significado que nas democracias pluralistas. Os meios de que se dispõe para o estudo do abstencionismo são reduzidos: as informações fornecidas pelas listas devotantes efectivos são mais que limitadas e os dados de sondagens só com prudência podem ser utilizados. O abstencionismo foi durante muito tempo considerado como um disfuncionamento do sistema democrático. Nessa lógica foi interpretado como um indício de despolitização, de insuficiente integração política, que seria a consequência de uma débil inserção social. O estudo

3

sociológico doabstencionismo parece confirmar parcialmente essa tese. As categorias sociais mais abstencionistas são os jovens, os velhos, as mulheres sobretudo quando são não activas, idosas, divorciadas - e os grupos de fraco nível sociocultural. Admite-se actualmente que a relação verificada entre uma débil inserção social e o abstencionismo não poderá ser tida como uma explicação suficiente do fenómeno. Nãopermite, de facto, compreender nem as diferenças de abstencionismo verificadas entre os vários escrutínios nem o abstencionismo intermitente, que é o mais frequente. Longe de ser necessariamente um sinal de despolitização, a recusa da opção partidária proposta pode efectivamente assentar numa postura política racional. É por isso que, nos trabalhos mais recentes, o abstencionismo é analisado como um...
tracking img