Sociologia, a oigem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9619 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SOCIOLOGIA – MATERIAL DE APOIO Prof. Farago Texto 1 CONTEXTO HISTÓRICO DO APARECIMENTO DA SOCIOLOGIA A Revolução Industrial E a nova ordem social A Revolução Industrial é o marco de uma nova era histórica da humanidade (Tempos Modernos, lembra do filme?), pois deu início a uma etapa de acumulação crescente de população, bens e serviços, em caráter permanente e sistemático sem precedente. Éinseparável do desenvolvimento por ser, fundamentalmente, uma revolução produtiva: uma Revolução na capacidade de produção e de acumulação do homem. Não se trata, apenas, do crescimento da atividade fabril. A Revolução Industrial é fenômeno muito mais amplo, constitui uma autêntica revolução social que se manifesta por transformações profundas da estrutura institucional, cultural, política e social. Aexcepcional expansão experimentada pelas economias industriais, a partir da Segunda metade do século XIX, tem seus antecedentes mais próximos no período de gestação e triunfo da Revolução Industrial que pode ser fixado, arbitrariamente, nos cem anos que vão dos meados do século XVIII até igual período do século XIX. A Revolução Industrial traduz-se, também, em profunda transformação da estrutura dasociedade. Por exemplo, na reordenação da sociedade rural, com a destruição sistemática da servidão e da organização rural, centralizada na vila e na aldeia camponesa, e a conseqüente imigração da população rural para os centros urbanos (esse movimento é denominado como êxodo rural). A transmutação da atividade artesanal em manufatureira e, por último, em atividade fabril, deu margem, também, aprofundas reformas que conduziram à criação do proletário urbano e do empresário capitalista: o primeiro, assalariado, e sem acesso à propriedade pessoal dos meios de produção; o segundo com a função precípua de organizar a atividade produtiva na empresa.
Para saber mais leia os capítulos 14, 15, 16 e 17 do livro HISTÓRIA DA RIQUEZA DO HOMEM de Leo Uberman Editora Guanabara PS: Existem exemplaresna biblioteca da Faculdade

As novas formas de pensar Até o século XVIII o pensamento social caracterizava-se muito mais pela preocupação de formular regras de ação do que pelo estudo, frio e objetivo, da realidade social, que gera e determina todas as regras. A luta contra o drama e pelo livre-exame, expressões de profunda revolução intelectual vão encontrar, porém, na obra de Descartes e deBacon, seu modelo mais autêntico e a duração de sua influência permaneceu séculos. O racionalismo daqueles pensadores preconizava que a atitude científica diante dos fenômenos – embora não insistissem sobre a noção fundamental de que a realidade é exterior à consciência – deve ser despida da influência dos idola* , com o que lançaram

as bases do que havia de ser o método científico, bases quepodem ser resumidas nestes postulados fundamentais: 1. deve-se afastar, no estudo da realidade objetiva, toda e qualquer idéia preconcebida, toda noção apriorística sobre os fatos que se estudam; 2. o espírito deve ser conduzido à pesquisa pela dúvida, dúvida metódica e construtiva, que analisa e investiga, único meio de retirar a verdade dos fatos e não deformar os fatos para ajustá-los a umaverdade revelada.
*Segundo Bacon, idola são os erros mais gerais e inveterados, contra os quais devemos nos precaver, a fim de realizar a obra de instauração da ciência.

Apesar da função demolidora e construtiva que exerceu na história do pensamento humano e do método científico, esse racionalismo não ultrapassou, nem podia ultrapassar os limites de sua determinação histórica, e acabou porcometerem muitos dos erros que pretendia combater, resvalando para a metafísica. O aparecimento da Sociologia As transformação econômicas e sociais que assinalam a primeira metade do século XIX e o desenvolvimento do método científico (que trataremos em nossas aulas de MTP) noutros setores do conhecimento humano, paralelos à sociologia, criaram, a esse tempo, as condições práticas e teóricas, históricas...
tracking img