Sociologia da empresa e responsabilidade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3556 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sociologia da empresa e responsabilidade social das empresas
Ana Maria Kirschner Desde meados dos anos 80, simultaneamente ao esgotamento do modelo de Estado de Bem-estar e o auge do neoliberalismo, a sociedade demandou das empresas maior responsabilidade social e ambiental, além de um comportamento mais ético e transparente. A sociologia da empresa permite analisar desde um angulo novo estasproblemáticas, já que a concebe não só como um instrumento para a obtenção de lucro, mas também como um ator social dotado de uma cultura própria, capaz de criar identidade. Isto é um ponto chave na conjuntura atual, onde a empresa não se limita a administrar recursos econômicos, técnicos e humanos, como acontecia alguns anos atrás. Hoje a criação e o desenvolvimento permanente de novos recursos seimpõe como exigência para a sobrevivência econômica.
Ana Maria Kirschner: doutora em Sociologia. Programa de Pós-Graduação em História Comparada, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Palavras-chave: empresa, sociedade, responsabilidade sociologia da empresa, Brasil. social da empresa,

Introdução

Até os anos 80 as ciências sociais não se aproximavam muito das empresas, seja
para tomá-lascomo objeto de estudo, seja para tentar intervir sobre o mundo social das empresas. A partir de meados da década de 80, esta situação se reverte. A sociedade passa a interpelar a empresa, que aparece mais na mídia, agora de forma mais favorável, não mais apontada apenas como o lócus onde se dá a exploração do trabalho pelo capital. Nos anos 90, associações e fórum empresariais, assim

NUEVASOCIEDAD 202
Ana Maria Kirschner / Sociologia da empresa e responsabilidade social das empresas

como empresários isoladamente discutem a função social da empresa e a sua responsabilidade social. A noção de responsabilidade social da empresa está na moda na linguagem empresarial e da administração, porém ainda não tem um substrato conceitual dando margem, portanto a muitos equívocos. Estaimprecisão é tão mais séria porque estamos vivendo uma época em que a sociedade interpela as empresas e simultaneamente os empresários sentem necessidade de melhorar sua imagem pública promovendo debates sobre ações sociais e intervindo de fato no social. Neste artigo primeiramente formularemos algumas hipóteses para explicar esta valorização social que a empresa adquiriu ao longo de cerca de 20 anos. Emseguida questionamos a noção de responsabilidade social da empresa, e mostramos em que medida a sociologia da empresa pode ser útil para dar substrato a esta questão atual.

As empresas mais visíveis
Na França em 1986, Sainsaulieu e Segrestin, os primeiros sociólogos a utilizarem a expressão ‘sociologia da empresa’, mostram que os anos 80 marcaram para a Europa e para a França, uma época tãoimportante para a empresa quanto foi maio de 68 e os anos seguintes para a evolução dos modos de vida, para as relações sociais de consumo ou para a evolução das desigualdades sexuais (Sainsaulieu e Segrestin, 1986: 338). Neste texto pioneiro, os autores avançam a hipótese que será exaustivamente desenvolvida e confirmada em anos posteriores qual seja: se a valorização social da empresa tem umefeito de moda, ela traz em seu bojo a busca da sociedade por uma nova forma de regulação das relações sociais, agora não mais centrada no consumo ou nos modos de vida, mas precisamente na esfera da produção de bens e serviços. Sainsaulieu e Segrestin propõem o desenvolvimento de pesquisas com uma abordagem deliberadamente institucional da empresa, de forma a contemplar simultaneamente a cultura e arelação entre empresas e mudança social. “... num contexto geral de enfraquecimento de referências sociais a empresa se afirma como um lugar de produção identitária, que tenderia a esboçar as representações significativas da sociedade futura” (Sainsaulieu e Segrestin, 1986: 339). Vale a pena, portanto pensar em que medida a sociedade cobra mais responsabilidade da empresa e ações mais éticas a...
tracking img