Sociedades de controle

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2668 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SOBRE AS SOCIEDADES DE CONTROLE

HISTÓRICO
Foucault situou as sociedades disciplinares nos séculos XVIII e XIX;
atingem seu apogeu no início do século XX. Elas procedem à organização dos
grandes meios de confinamento.
Na sociedade disciplinar o indivíduo não cessa de passar de um espaço
fechado a outro, cada um com suas leis: primeiro a família, depois a escola
(“você não está mais na suafamília”), depois a caserna (“você não está mais
na escola”), depois a fábrica, de vez em quando o hospital, eventualmente a
prisão, que é o meio de confinamento por excelência. É a prisão que serve de
modelo analógico: a heroína da Europa pode exclamar, ao ver operários,
“pensei estar vendo condenados...”.
Quanto ao mercado, é conquistado ora por especialização, ora por
colonização, orapor redução dos custos de produção. Mas atualmente o
capitalismo não é mais dirigido para a produção, relegada com frequência à
periferia do Terceiro Mundo, mesmo sob as formas complexas do têxtil, da
metalurgia ou do petróleo.
As conquistas de mercado se fazem por tomada de controle e não mais
por formação de disciplina, por fixação de cotações mais do que por redução
de custos, portransformação do produto mais do que por especialização da
produção. A corrupção ganha aí uma nova potência.
O serviço de vendas tornou-se o centro ou a “alma” da empresa.
Informam-nos que as empresas têm uma alma, o que é efetivamente a notícia
mais terrificante do mundo. O marketing é agora o instrumento de controle
social, e forma a raça impudente dos nossos senhores.
O controle é de curto prazo ede rotação rápida, mas também contínuo e
ilimitado, ao passo que a disciplina era de longa duração, infinita e
descontínua. O homem não é mais o homem confinado, mas o homem
endividado. É verdade que o capitalismo manteve como constante a extrema
miséria de três quartos da humanidade, pobres demais para a dívida,
numerosos demais para o confinamento: o controle não só terá que enfrentar adissipação das fronteiras, mas também a explosão dos guetos e favelas.
Na sociedade disciplinar o observador está presente e em tempo real a
observar e a vigiar os indivíduos. Na sociedade de controle esta vigilância
torna-se rarefeita e virtual. Todavia, o efeito causado nos indivíduos parece ser
o mesmo: são ao mesmo tempo visíveis e incapazes de ver. Tanto nas
sociedades disciplinares,quanto nas sociedades contemporâneas, os
indivíduos sentem-se controlados pela força penetrante do olhar, tornando -se
assim “dóceis” e “úteis”.

O controle
Para Deleuze, nas sociedades de controle os indivíduos são variáveis
inseparáveis e não mais independentes, os indivíduos são cifras e, “a
linguagem numérica do controle é feita de cifras, que marcam o acesso à
informação, ou à rejeição”(Deleuze, 1992, p.222).
O controle é modular, suas formas mudam continuamente, a cada
instante. Neste sentido a fábrica, enquanto “constituía os indivíduos em um só
corpo, para a dupla vantagem do patronato que vigiava cada elemento na
massa”, dá lugar à empresa, que “introduz o tempo todo uma rivalidade
inexpiável como emulação, excelente motivação que contrapõe os indivíduo s
entre si eatravessa cada um, dividindo-o em si mesmo” (Deleuze, 1992,
p.221). A forma de controle individual torna-se o meio por excelência da
eficácia na economia, contrapondo-se ao modelo disciplinar da produção.
A forma de organização dos indivíduos nas sociedades disciplinares se
dava mediante a assinatura e o número de matrícula. Enquanto a assinatura
indicava o indivíduo, o número de matrículaindicava sua posição em relação à
massa: “o poder é massificante e individuante, isto é, constituem num corpo
único aqueles sobre os quais exerce, e molda a individualidade de cada
membro do corpo” (Deleuze, 1992, p.222).
Contudo, nas sociedades de controle, o que caracteriza o indivíduo é a
cifra e a senha, o indivíduo é uma cifra, uma senha, à medida que ela é a forma
pela qual se dão as...
tracking img