Cantigas de roda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1488 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Cantigas de Roda


Idosos


Ciranda


(Todos formam uma roda e dão as mãos e começam a girar para o mesmo lado, conforme o verso da música muda o sentido do giro da roda)


Ciranda Cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar

O Anel que tu me destes
Era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou

Marcha Soldado

(Estacantiga é apenas de gestos, nada de rodas e filas, começa-se marchando e colocando a mão próxima a cabeça em posição de sentido. Na hora do “Acode acode acode” continua-se marchando e levanta-se três vezes como se estivesse honrando a bandeira)

Marcha soldado,
cabeça de papel.
Quem não marchar direito,
vai preso pro quartel.
O quartel pego fogo,
a policia deu sinal.
Acode,acode,acode abandeira nacional

Parabéns

(Música tradicional de aniversário desde 1942, é cantada batendo palmas conforme o ritmo da música, a partir do “é pique” bate-se palma por cada palavra repetida)

Parabéns pra você;
Nesta data querida;
Muitas Felicidades;
Muitos anos de vida;
Parabéns pra você;
Nesta data querida;
Muitas Felicidades;
Muitos anos de vida;Fulano é tudo ou nada? TUDO Então como é que é?É pique, é pique, é pique, é pique, é pique É ora, é ora, é ora, é ora, é ora Ratibum!Fulano! Fulano!

Cai, cai, balão

(Música coreografada também, todos se agacham conforme o “cai cai balão” gesticulando uma coisa caindo, “aqui na minha mão” aponta-se para mão, então no “não cai não” é feito sinal de negativo com os dedos, e por fim aponta-se para algum local onde seria “a rua do sabão”.)

Cai, cai,balão
Cai, cai, balão
Aqui na minha mão
Não cai, não
Não cai, não
Não cai, não
Cai na rua do sabão

Adultos

Escravos de Jó

(Todos pegam um objeto, sentam e conforme a marca do tempo da música passam para a frente o companheiro da direita, na hora do tira, bota, pega o objeto e obedece o comando e por fim no zique zigue za coloca na frente do companheiro da direita, depois no daesquerda e novamente na frente do da direita)

Escravos de Jó jogavam caxangá
Tira, bota deixa o Zé Pereira ficar
Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue za (bis)

Dona Aranha
(Gesticula-se com a mão aberta a aranha subindo, então faz-se gesto da chuva caindo e logo em seguida a aranha caindo, no momento do “já passou a chuva” joga-se a mão como se estivesse enxotando alguém, abre-se osbraços como se o brilho do sol tivesse surgido e por fim gesticula-se a aranha subindo novamente)

A dona aranha subiu pela parede 
Veio a chuva forte e a derrubou 
já passou a chuva e o sol já vai surgindo 
e a dona aranha continua a subir


Meu Pintinho Amarelinho

(Bate-se as “asas” fingindo ser o pintinho, então aponta-se para a mão, “quando quer comer bichinho” ele abre e fecha a mão comos dedos esticados em frente a boca, então imita-se o pintinho ciscando o chão, batendo as asas, então fala-se “piu-piu” e na hora do “mas tem muito medo” coloca-se as mãos em cima como se estivesse se protegendo e por fim “é do gavião” bate-se as asas com os braços esticados girando em torno de si mesmo)

MEU PINTINHO AMARELINHO
CABE AQUI NA MINHA MÃO, 
NA MINHA MÃO. 
QUANDO QUER COMER...
tracking img