Social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 38 (9465 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REVISTA PSICOLOGIA POLÍTICA

A Face Oculta do Racismo no Brasil: Uma Análise Psicossociológica
The hidden face of racism in Brazil: A psycho-sociological analysis.
Leoncio Camino*, Patrícia da Silva*, Aline Machado* e CíceroPereira**
leocamino@uol.com.br

Resumo No Brasil, atos explícitos de discriminação racial são proibidos por lei. O que estaria levando as pessoas inibirem expressões dopreconceito conservando disposições negativas internas. Mas não se trata exclusivamente de um problema psicológico. O discurso moderno sobre as relações raciais é essencialmente contraditório. Num estudo realizado na Paraíba, observou-se que praticamente todos os 120 universitários entrevistados, afirmam que no Brasil existe preconceito, mas curiosamente a grande maioria não se considerapreconceituosa. Os estudantes parecem ter clara consciência da discriminação racial que se vive no Brasil mas não aceitam a responsabilidade por esta situação. Assim, observou-se que os estudantes utilizavam mais adjetivos de pessoas simpáticas e menos de pessoas antipáticas para descrever pessoas de cor negra que pessoas brancas, mas pensavam que os brasileiros fariam o contrário: atribuiriam maisadjetivos de pessoas antipáticas e menos de pessoas simpáticas às pessoas de cor negra. Observou-se também que utilizavam mais adjetivos do terceiro mundo e menos do primeiro mundo para descrever pessoas de cor negra. Quando convidados a responder pelos brasileiros davam o mesmo padrão de respostas. Analisam-se estas contradições na perspectiva psicossociológica, usando-se como analogia o conceito de“formação reativa” para indicar que tanto os mecanismos psicológicos de inibição das atitudes negativas como as mudanças nas formas de se representar as diferenças de cor destinam-se a justificar práticas sociais que continuam a manter a discriminação racial. Palavras-chave Novo racismo, preconceito, estereótipos, funções ideológicas.

* Departamento de Psicologia Universidade Federal da ParaíbaCaixa Postal 5069 Cidade Universitária 58051-970 João Pessoa PB. * * Universidade Católica de Goiás.

13

A FACE OCULTA DO RACISMO NO BRASIL

Abstract Because racial discrimination in Brazil is legally forbidden, the ways it is expressed now seem to be taking new forms: people inhibit explicit expressions of racism preserving some internal dispositions. Therefore, they experience somepsychological conflicts when expressing their actual attitudes. But these conflicts are not purely psychological. In fact, social thinking of modern societies on racial relationships is contradictory by itself. Thus, the new forms of racism are more consequences of ideological contradictions than of psychological conflicts. To tackle these ideas, we conducted a study using university students (n = 120)from João Pessoa (Brazil). We observed that the majority of participants think simultaneously both that, in general, Brazilian people is strongly prejudiced but that they (the participants) are non-prejudiced. These results suggest that the participants knew about racial discrimination but they also felt that they are not responsible for this situation. And indeed, when giving their own opinions,the participants attributed more positive traits to black people that they gave to white people. But, when asked to use as base line Brazilian current opinions, the results were reversed. However, when the traits were specifically related to first and third world citizens, participants’ opinions and what they think about Brazilians’ opinions were the same: black people received more third worldtraits than white people. Thus, in Brazil, new forms of racial categorization are developing in substitution of classical ones. These new forms of categorization serve both, to take the responsibility from the people and to maintain the racial discrimination.

Key words
New racism, Prejudice, Stereotypes, Ideological functions.

14

REVISTA PSICOLOGIA POLÍTICA

Nas sociedades modernas,...
tracking img