Sobre homofobia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1056 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
• Introdução

Os frequentes casos de agressões a homossexuais tem gerado uma grande discussão sobre os motivos que levam um grupo de pessoas a atacarem a classe. Um psicólogo foi consultado para saber o porquê das atitudes tão violentas contra a comunidade LGBT e outras questões que envolvem a homofobia.

Segundo o especialista, a principal razão que leva um grupo a agredir oshomossexuais é o preconceito e a intolerância com a diferença, especialmente quando a disparidade é de cunho sexual.

Casos recentes, como a agressão de jovens homossexuais na Avenida Paulista, em São Paulo, e o estudante que diz ter sido ofendido e agredido por um grupo de militares do Exército, e baleado por um deles, após participar de um movimento LGBT, no Rio, indicam que os atos de violêncianormalmente partem de um grupo, não somente de uma única pessoa. O psicólogo afirma que isto acontece pois o agressor se sente mais seguro em agir quando não está sozinho.
- Jovem é baleado por militar do Exército após sair de Parada Gay
- Grupo usa lâmpadas para agredir jovens na Av. paulista e acaba preso
"A condição de grupo ajuda o indivíduo a se sentir mais protegido para cometer a ilicitude,pois neste caso o grupo tanto reforça a covardia, quanto o protege contra qualquer revide", explicou.

O psicólogo acredita que os casos de agressão verbal sejam mais frequentes, embora haja muitos registros de agressão física e até mesmo de homcicídio em decorrência da homofobia. Segundo ele, os atos de agressividade costumam acontecer em espaços sociais mais
restritos. Porém, quando acontecem empúblico, denunciam de maneira ainda mais clara o preconceito existente.

São considerados os “Níveis da Homofobia” os seguintes:
REPULSA: A homossexualidade é vista como “uma doença, um pecado ou um crime”. Tudo é justificável para mudar essas pessoas. (Ex.Prisão, hospitalização, terapia).

PENA: A hetetossexualidade é tida como algo sinônimo de maior maturidade e como algo sem dúvida algumapreferível. Qualquer possibilidade se tornar heterossexual deve ser reforçada e deve-se ter pena daqueles que aparentemente nasceram “desta maneira”: “Os pobres coitados”

TOLERÂNCIA: Homossexualidade é vista somente como uma fase no desenvolvimento da adolescênca pela qual muitas pessoas passam e a maioria “ultrapassa”. Por isso os gays e lésbicas são vistos como menos maduros e tratados com aindulgência que se trata uma criança. Esta crença subentende que homossexuais não devemreceber posições da autoridade porque ainda estão a ultrapassar um comportamento da adolescência.

ACEITAÇÃO: Ainda subentendo que há algo para ser aceito e é caracterizado por declarações do tipo:”Para mim não é um homossexual, é uma pessoa”; “O que fazem na cama só lhes dizem respeito”;”Está tudo bem desdeque não andes a exibir sua homossexualidade”. Isto ignora a dor causada pela invisibilidade e o stress de quem tenta esconder a sua homossexualidade.”Exibir” normalmente significa dizer ou fazer o que quer que seja que informe os outros da sua homossexualidade.Esta atitude também ignora e nega as realidades sociais com as quais gay e lésbicar vivem.

• Alguns Dados

CARACTERÍSTICAS DO AUTORDE HOMICÍDIO POR HOMOFOBIA
CARACTERÍSTICAS DO AUTOR QT PERCENTUAL
POLICIAIS (PM, PC) 9 10,00
EX -POLICIAIS 3 3,00
COMPANHEIRO 1 1,00
EX-COMPANHEIRO 1 1,00
MECANICO 3 3,00
CONHECIDO (S)26 27,00
DESCONHECIDO (S) 52 55,00
TOTAL 95 100,00
Fonte: SISPOL; GEAC; IML; Alagoas24horas; Alagoasagora; GazetaWeb;GG – AL

CARACTERÍSTICAS DAFAIXA ETÁRIA DAS VÍTIMAS DE HOMICÍDIO DE HOMOFOBIA- 1993 A 2009

FAIXA ETÁRIA DAS VÍTIMAS QT FAIXA ETÁRIA PERCENTUAL %...
tracking img