Sistemas operacionais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1972 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
.:SISTEMAS OPERACIONAIS:.

Tem a função de gerenciar o Software e o Hardware

SOFTWARE> parte lógica.

APLICATIVOS> mecanismos para atuar, gerenciar, controlar uma área específica, com uma função específica.

UTILITÁRIOS> SERVIÇO> Ex: antivírus, desfragmentador.

DRIVER> programa que faz a tradução:

CPU DRIVER DISPOSITIVO

Conversor de sinais entre a CPUe o DISPOSITIVO



.:TIPOS DE SO:.

1. BATCH> LOTE> Lista de atividades que serão executadas em sequência.

2. REAL TIME> Comando/Resposta

3. MONOTAREFA/MONOUSUÁRIO> Um único usuário trabalhando com uma única tarefa.

4. MONOTAREFA/MULTIUSUÁRIO> Vários usuários trabalhando em uma única tarefa



.:ESTRUTURA DO SO:.

O SO é formado por um conjunto de rotinas queoferecem serviços ao usuário, as aplicações e ao próprio SO.

Esse é o conjunto de rotinas é chamado de núcleo do sistema ou Kernel= Núcleo. Sua estrutura pode variar conforme o projeto.



.:TIPOS DE PROCESSADORES:.

RISC(Reduced Instruction)> mais rápido, porém menos reconhecido

CISC> tabela de códigos/processamentos maiores. Ideal para programadores, pois contem mais recursos. Hoje osprocessadores têm os dois. Primeiro usam o RISC, após o CISC.







USUÁRIO

APLICAÇÕES

UTILITÁRIOS

NÚCLEO DE S.O.

HARDWARE

• Tratamento de interrupções e exceções

• Criação e eliminação de processos e Threads

• Sincronia e comunicação de processos e Threads

• Escalonamento e controle de processos e Threads

• Coerência e memória

• Gerênciade dispositivos e E/S

• Suporte a redes locais e distribuídas

• Contabilização do SO

• Segurança do SO PRIMORDIAIS PARA O SISTEMA

• Auditoria do SO



.:SYSTEM CALLS(CHAMADAS DO SISTEMA):.

As system calls podem ser entendidas como uma porta de entrada ao núcleo do sistema e/ou a seus serviços.

Quando uma aplicação ou o usuário precisar fazeruso de uma rotina de sistema, é usada uma system call. O termo system call é usado tipicamente por sistemas UNIX

Mas o mesmo conceito é aplicado com nomes diferentes em outros sistemas. Ex: SYSTEM SERVICES no OPENUMS ou API no Windows.

SYSTEM CALLS DIVIDAS EM GRUPOS

1. Gerência de processos e Threads

• Criação e eliminação

• Alteração das suas características

•Sincronia e comunicação

• Informações




2. Gerência de memória

• Alocação e desalocação




3. Gerência do sistema de arquivos

• Criação e eliminação de arquivos e pastas(diretório)

• Alteração das características

• Leitura e gravação

• Informações




4. Gerência de dispositivos

• Alocação e desalocação

• Operações deE/S

• Informações

*THREAD> É um processo> ele não dispara outras THREADS e não abre outros processos

SO SO



PROCESSOS




RAM MULTIUSUÁRIO

MONOUSUÁRIO



.:INSTRUÇÕES PRIVILEGIADAS:.

Existem instruções que só podem ser executadas pelo S.O. ou sob sua supervisãoimpedindo a ocorrência de problemas de segurança e integridade do sistema

Essas instruções que tem o poder de comprometer o S.O são:

• Para que uma aplicação possa ser executar uma instrução desse tipo é necessário que seja implementado no processador o mecanismo de “modo de acesso”.

Existem basicamente dois modos de acesso:

• Modo usuário e o modo kernel (ou executivo, ousupervisor).

• No modo usuário só tem um consumo restrito de instruções sendo todas, não privilegiadas, já no modo kernel a aplicação tem acesso a toda tabela de instrução do processador.



.:CHAMADA A UMA ROTINA DO S.O:.

Sempre que uma aplicação necessitar executar uma instrução privilegiada, a solicitação será feita por uma system call, que altera o modo de acesso do processador de modo...
tracking img