Sistema flexivel de manufatura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2514 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


Sistemas Flexíveis







Integrantes do Grupo:

Caio Farrapo Barros Leite RA: 00063710
Isaques Moraes RA: 00060549
Marco Aurélio RA: 10062031
Rafael de Oliveira RA: 00053845
Vinicius OtávioRA: 00044822
Lucas Rodrigues RA: 00061578






Introdução aos Sistemas Flexíveis de Produção


Primeiro de tudo para falarmos de sistemas flexíveis é necessário, falar a respeito de sistemas, afinal, o que é um sistema de produção? Considerando varias descriminações podemos dizer que um sistema é o conjunto de partes inter –relacionadas denominadas de subsistemas para a consecução de um objetivo, na maioria das vezes para transformar (inputs) e (output) saídas. Ou seja os componentes básicos desse sistema de produção são:


Entrada -------------- Produção ----------------------- Saída.


*Sem esquecer é claro do tal chamado Feedback (processo de retrocesso de informações que melhoram o desempenho dosistema).
Então porque uma empresa pode ser considerada um sistema? A resposta acaba se tornando fácil, observe esses subsistemas que podem estar todos presentes numa empresa: Compras, Produção, RH ,Manutenção, Pcp, Marketing.


























































Sistemas flexíveis de manufatura




Apalavra “sistema” significa um conjunto de elementos interligados, destinados, a uma determinada função. No nosso caso, essa função é a produção de bens.
Costuma-se utilizar a palavra “manufatura” para significar produção, embora em seu sentido original – “fazer à mão” – a palavra não represente a realidade atual, em que cada vez mais as máquinas substituem a habilidade manual do artesão.Assim, a expressão “sistema de manufatura” não é nova. A novidade está no adjetivo “flexível”. Essa característica foi se incorporando aos sistemas de produção à medida que a presença dos computadores nesses sistemas se tornava mais frequente.
Embora não haja consenso entre os vários autores quanto à origem do primeiro sistema flexível de manufatura, alguns consideram a indústriainglesa de máquinas-ferramenta Mollins como sendo a primeira a implantar, em 1968,um sistema desse tipo.
Desde a década de 60, os sistemas flexíveis de manufatura tornaram-se cada vez mais sofisticados. Os pioneiros no estudo dos métodos e processos de produção criaram, no início do século, algumas formas de se representar os sistemas de produção. Uma dessas formas é a dos chamados fluxogramasde produção. Com símbolos, conforme ilustra a figura a seguir, representavam-se as várias fases pelas quais passava o material ao ser processado.


















símbolos utilizados em fluxogramas de produção


Assim, podia-se indicar as operações, inspeções, transportes, armazenamentos e tempos de espera do material em processo. Em seguida, tentava-se reduzirou eliminar as atividades que apenas aumentavam o custo do produto.
Os fluxogramas foram substituídos por formas mais modernas de representação, muitas delas realizadas com o auxílio do próprio computador. No entanto, se você observar as pessoas trabalhando numa fábrica hoje, perceberá que cada uma delas está envolvida numa atividade que pode ser representada por um dos símbolos dafigura. Assim, se quisermos criar um sistema automatizado de manufatura, devemos considerar a possibilidade de automatizar cada uma dessas atividades, que são os elementos que compõem o sistema de manufatura.


















Operação




Operação é a atividade de adicionar um valor ao material em processo.
Imagine uma fundição que decide comprar um robô...
tracking img