Sistema de pagamentos brasileiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1308 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Componentes:

Giuliano Vaz Bianchi RGM 36091-1
Davilson Freitas Jr. RGM 42927-9
Alessandra G. Arruda RGM 43753-1
Vanderson O Silva RGM 44215-1
Vanderléia Gutendorfer RGM 44623-8
Gisele Cuelas Rosa RGM 44628-9

INTRODUÇÃO

O Banco Central iniciou o projeto no final de 1999, entrando em vigor em 22/04/2002, este Workshop tem como objetivo apresentar osconceitos, estrutura e impactos do novo Sistema de Pagamentos Brasileiro.
O novo Sistema exigirá que todas as Instituições Financeiras administrem seus ativos e reservas de forma mais ágil e precisa, exigindo alteração nos controles, projeções de fluxos e métodos de monitoração da conta de reservas bancárias

1-O que é Sistema de Pagamento Brasileiro (SPB)?

Adotando padrõesinternacionais, o Banco Central, está reestruturando o Sistema Financeiro Nacional, com a finalidade de reduzir o risco sistêmico no país.
O novo conceito exigirá uma reavaliação dos riscos e serviços oferecidos para clientes e instituições financeiras bem como uma nova interação com o mercado.

2- Implantação

O novo sistema SPB está sendo implantado e testado pelo Banco Central,pelas instituições e pelas Câmaras ( de Pagamentos, de Ativos, Câmbio e de Derivativos), criadas para permitir seu funcionamento a partir da mais avançada tecnologia e experiência internacionais em sistemas similares.
A implantação do SPB absorverá, em valores, a maior parcela dessas transações e aumentará ainda mais essa solidez, reduzindo a possibilidade de uma Instituição financeira queenfrente dificuldade para liquidar seus compromissos diários afetar as demais instituições, seus clientes, investidores e o Banco Central.

3-Modelo Atual

As transações financeiras entre as Instituições Financeiras e o Bacen sensibilizam a conta reservas bancárias;

A conta reservas bancária dos Bancos Liquidantes pode ficar negativa intradia;

O Bacen assume os riscos caso algumaInstituição Financeira não honre seus pagamentos.

A compensação de qualquer valor é executada pelo Banco do Brasil e sensibilizam a conta reservas bancárias;

Cetip registra a movimentação física dos títulos privados e sensibilizam a conta reservas bancárias.

Selic registra a movimentação física de títulos públicos e sensibilizam a conta reservas bancárias.

4-Novo Modelo

Astransações financeiras entre as Instituições Financeiras e o Bacen sensibilizam a conta reservas bancárias em tempo real, e os lançamentos serão irrevogáveis, incondicionais, e finais.

As contas reservas bancárias dos Bancos Liquidantes em hipótese alguma poderão ficar negativa intradia.

O Bacen não assume mais riscos, caso alguma Instituição Financeira não honre seus pagamentos.

O risco deinadimplência é assumido pelas próprias Instituições Financeiras.

5-Vantagens

Segurança – criação de novas formas de pagamento e transferências mais seguras para quem envia e para quem recebe recursos, como alternativa aos atuais cheques e DOCs, que transitam pela Câmara de Compensação;

Rapidez – haverá a possibilidade de realizar transferências de recursos em tempo real, permitindoao favorecido a utilização quase que imediata do dinheiro recebido.

6 – TED – Transferência Eletrônica Disponível

O sistema oferecerá uma nova opção para transferência de recursos de um banco para outro denominado TED – Transferência Eletrônica Disponível.
O cliente poderá transferir dinheiro via TED se os recursos estiverem efetivamente disponíveis em sua conta corrente.Para os clientes que possuem cheque especial ou conta garantida será possível efetuar transferências nos limites e condições contratadas com o banco. Os recursos provenientes de depósitos em cheques e DOCs em sua conta poderão ser utilizados somente depois da compensação desses documentos.

7 – Movimentos Bancários

Os bancos continuarão processando cheques de valor igual ou superior...
tracking img