Sindrome do overtraining

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7727 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

DEPARTAMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO





















SÍNDROME DO OVERTRAINING











HIGOR REDÍGOLO DOS SANTOS

















SÃO PAULO

2008

HIGOR REDÍGOLO DOS SANTOS













SÍNDROME DO OVERTRAINING







Este estudo trata-se de uma pesquisa bibliográfica, cujo objetivo éapresentar os marcadores e instrumentos de monitoração e prevenção da síndrome do overtraining nos âmbitos fisiológicos e psicológicos, com o interesse em contribuir para a construção de novos conhecimentos científicos no campo da Educação Física e do Treinamento Desportivo.











FACULDADES METROPOLITANAS UNIDASSUMÁRIO
RESUMO 4

CAPÍTULO I – INTRODUÇÃO 5

CAPÍTULO II - REVISÃO DA LITERATURA 6

1 OVERTRAINING E OVERREACHING 6

2 DIAGNÓSTICO DO OVERTRAINING 11

2.1 Parâmetros de performance 11

2.2 Parâmetros imunológicos 13

2.3 Parâmetros hematológicos 15

2.4 Parâmetros hormonais 18

2.5 Parâmetros psicológicos 21

3 PREVENÇÃO ETRATAMENTO DO OVERTRAINING 25

CAPÍTULO III: CONCLUSÕES 29

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 30


























RESUMO

Esta revisão de literatura teve como objetivo apresentar os parâmetros e instrumentos de avaliação fisiológica e psicológica de monitoração e prevenção do overtraining. A síndrome do overtraining ocorre devido a um desequilíbrio entre estresse erecuperação, ou seja, grandes fatores estressantes combinados com pouca recuperação, fazendo com que o atleta apresente sintomas como fadiga crônica, infecções respiratórias, alterações no humor, lesões, queda no desempenho e depressão psicológica. Dentre os fatores estressantes podemos citar não só os fatores encontrados em situações de treinamento e competição, os quais fazem parte os parâmetrosde desempenho, imunológicos, hormonais, hematológicos e psicológicos, mas também aqueles encontrados em situações fora do treinamento e fora de competição como, aspectos sociais, educacionais, ocupacionais, econômicos, nutricionais, viagens e monotonia do treinamento. Muitos estudos sobre esta síndrome foram realizados num esforço de identificar suas causas, seus sintomas, hipóteses e parâmetrosque pudessem identificá-lo, assim como, preveni-lo e tratá-lo. No momento não existe um simples parâmetro que possa prever o overtraining, dessa forma, a queda do desempenho esportivo e o desequilíbrio psicológico não podem deixar de serem observados. Os outros parâmetros podem não ajudar no diagnóstico final do overtraining, mas são fundamentais para o controle do treinamento. Com isso, levando emconsideração a complexidade que existe na detecção da síndrome do overtraining podemos concluir que a mesma deveria ser prevenida e tratada dentro de um programa sistematizado baseado em um modelo multidisciplinar que envolva técnicos, preparadores físicos, nutricionistas, psicólogos do esporte, fisioterapeutas, médicos e outros.

UNITERMOS: overtraining; parâmetros; prevenção; tratamento.CAPÍTULO I – INTRODUÇÃO

O objetivo de um programa de treinamento físico é a maximização do desempenho do atleta. Quando a intensidade, a duração e a carga de trabalho diário dos exercícios são apropriadas, adaptações fisiológicas positivas ocorrem. No entanto, quando o atleta é submetido a um programa de treinamento inadequado pode ocorrer o desenvolvimento do fenômeno denominadoovertraining. Segundo Lehmann at al (1999), o overtraining ocorre devido a um desequilíbrio entre estresse e recuperação, ou seja, grandes fatores estressantes combinados com pouca recuperação, fazendo com que o atleta apresente sintomas como fadiga crônica, infecções respiratórias, alterações no humor, lesões, queda no desempenho e depressão psicológica. Dentre os fatores estressantes podemos citar...
tracking img