Shell scipt

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3023 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Linguagens para Criação de Scripts - BASH
Especialização Lato Sensu Administração e Segurança de Sistemas Computacionais Prof.: Erlon Sousa Pinheiro Março - 2011
Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

O que é Shell ?

Aplicação que disponibiliza um prompt de comando para o usuário com o objetivo de execução de comandos em sistemas Unix/Linux ● Existem diversas implementações : csh, tcsh,sh, bash, etc ● Recebe, Interpreta e Executa os comandos do usuário


Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

O que é Shell Script ?



Um arquivo que guarda vários comandos e Para os usuários do windows é fácil pensar

pode ser executado sempre que preciso;


no shell como arquivos lote (*.bat)

Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Meu primeiro Shell Script :)Interpretador de Comandos

#!/bin/bash echo Relou Uourd!

Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Dando permissão de execução para meu script

chmod +x script.sh

Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Comentários
Para que uma linha seja considerada comentário a mesma deve iniciar-se com # ex.: #!/bin/bash echo Teste de execução de script # Essa linha é um comentário echo Essa linha não éum comentário
Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Comentários
Mesmo començando com # a linha: #!/bin/bash NÃO É UM COMENTÁRIO, quando a # vem seguida de ! na realidade ela esta informando qual é o interpretador de comandos que executará os comandos abaixo.
Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Apóstrofos, aspas e crase
Aspas – Quando se coloca um caractere especial entre aspas, oshell ignora o seu significado, exceto no caso deste caractere ser um cifrão ($), uma crase (`), ou uma barra invertida (\). Apóstrofos – Os apóstrofos são mais restritivos. Todos os caracteres entre apóstrofos são ignorados. Crase – O que for colocado entre crases sera executado em um sub-shell
Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Definição de Variáveis


VARIAVEL=valor # SEMESPAÇOS!!!!! export $VARIAVEL=valor Exporta a variável para que a mesma esteja disponível em subshells. unset VARIAVEL Remove o valor de uma variável
Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011





Leitura de Variáveis


Podemos usar o read para coletar o valor de uma variável em tempo de execução. ex.:
#!/bin/bash # Le o nome do usuário e apresenta mensagem de Bom trabalho # seguido do nome dousuário echo "Entre com seu nome" read nome echo "Bom trabalho $nome"
Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Passagem de Parâmetros



É possível passar parâmetros no momento da execução do script. ex: ./script_teste parametro1 parametro2

Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Acesso aos Parâmetros
Variável $$ $# $* comandos $0 $1 $2 Nome do script Primeiro argumento Segundoargumento. E assim por diante.
Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Argumento Identificação do processo (PID) Quantidade de argumentos na linha de comandos Todos os argumento passados na linha de

Parâmetros - Exercício

Crie um script que escreva na tela o número de parâmetros passados, quais são esses parâmetros, qual o primeiro parâmetro, o nome do script e seu PID.

Erlon Sousa PinheiroFic – Maio - 2011

Parâmetros – Resposta do Exercício

#!/bin/bash # Mostra as variáveis passadas como parâmetros na linha de comandos echo "O numero de argumentos e $#" echo "Eles sao: $*" echo "O primeiro e $1" echo "O nome deste script e $0" echo "O PID deste processo e $$"

Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Retorno de Comandos

$?

-> Variável criada a cada comando queinforma o código de

executado

retorno do último comando executado.

Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

Retorno de Comandos

Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

if (se)
Sintaxe: if then else fi
Erlon Sousa Pinheiro Fic – Maio - 2011

if (se) - Exemplo
#!/bin/bash # Verifica se o usuário passado por parâmetro esta logado if who | grep $1 > /dev/null then echo "$1...
tracking img