Serious games

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5829 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Jogo, serious games, e bons princípios: uma análise dos aspectos conceituais do jogo Missão SpaceCross da Volkswagen

Maicon Hackenhaar de Araujo
Orientado por: Prof.ª Dr.ª Mônica Stein, UFSC
Coorientado por: João Jair da Silva Romão, Mobiliza

Universidade Federal de Santa Catarina, Curso de Graduação em Design Gráfico, Brasil.

RESUMO

Este artigo realiza um levantamento bibliográficoa respeito do hábito humano de jogar. Levanta, pondera e combina conceitos relativos a jogo, delimitando uma nova definição, bem como elenca boas práticas do ponto de vista conceitual do game design e de Serious Games, analisando como estudo de caso o jogo “Missão SpaceCross”, da Volkswagen.

Palavras-chave: Jogo. Game Design. Serious Games. Missão SpaceCross. Volkswagen.

E-mails de contatodo autor:
maicondbv@gmail.com

1. Introdução

O jogo é uma prática entranhada no ser humano, em sua cultura e biologia. Brincamos desde crianças, aprendemos brincando, e assim como aconteceu na cultura acontece na vida de cada ser humano: o jogo vai se transformando e assumindo novas facetas e funções. Por vezes assume características sérias, às vezes confunde-se com a própria vida, ondealguns passam a tratar vários elementos dela como se fossem uma competição artificial, como aconteceu até mesmo em contextos dramáticos e mortalmente sérios, como guerras entre monarquias européias. Em outras se torna em escape da vida cotidiana, uma entrega de si a uma loucura controlada e reversível, um mecanismo para alheamento do mundo (HUIZINGA apud ALBORNOZ, 2009).
Pode-se considerarcuriosa a característica do jogo de produzir tanto fascínio no ser humano (ALBORNOZ, 2009). Mas este efeito é fato, e é explicitado na média de horas aplicadas em jogos digitais no mundo, que cresce e já chegava a 3 bilhões por semana em 2010, o que significa 10.000 horas por jogador até a idade de 21 anos, em países com forte cultura de jogos digitais (MCGONIGAL, 2010). Jane McGonigal (2010) acreditaque esse tempo passado jogando criou uma geração de jogadores, que tem sua vida permeada por este hábito, e que o melhor caminho para atingir essa nova geração, inclusive para educação, é fazer o uso de jogos.
Mas de tão vasto e rico, de tão intimamente ligado com vários aspectos da vida e cultura, pode se tornar difícil colocar o dedo e apontar o que é jogo. E mesmo com uma pálida noção, advindatalvez do senso comum, se o questionamento continuar e levar a pergunta do que diferencia um bom jogo do restante deles, o empirismo passa a ser insuficiente. Indo mais além, e se considerar-se o conselho de MacGonigal (2010), e dele questionar como fazer um jogo ensinar, ter-se-á chegado ao ponto em que chegou James Paul Gee (2005), em que viu necessária a aplicação de bons princípios da educaçãonos jogos, e dos jogos na educação.
Este artigo busca essa interação, que devido à relativa novidade deste tema na academia, trás um quê de ineditismo que espera-se que revele-se relevante para a área.

2. Definição de jogo

Em um primeiro momento, definamos claramente jogo, pois, como propõe o game designer Chris Crawford (2003), “Você não pode projetar jogos se você não entende o conceitode jogar – e jogar é um comportamento humano complexo e complicado.”

2.1 Distinção entre play e game - Salen e Zimmerman

Salen e Zimmerman, na obra Rules of play (2004), se preocupam em separar os termos ingleses play e game. Eles elucidam que estas duas palavras, mesmo que ligadas, expressam sentidos diferenciados.
Não temos na língua portuguesa palavras separadas equivalentes a cada umdos termos ingleses, sendo as duas ideias expressas por flexões do termo “jogo” no contexto que aqui exploramos, como também acontece no francês e no alemão, onde “play the game” se torna “jogar o jogo”, e como citam os autores, “on joue à un jeu” ou “man spielt ein Spiel” com o mesmo significado no francês e no alemão, respectivamente.
Mas, afirmam que “parece que apenas uma parte das formas...
tracking img