Scdas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1001 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
| |
| |
|Teorema de Norton |A análise de circuitos por meio do teorema de Norton é uma análise semelhante à utilizada no Teorema de Thévenin, e tem o mesmo objetivo, ou seja, analisar um circuito complexo de forma simplificada.

O Teorema de Norton permite descobrir o valor da corrente ou tensão em um determinado componente no circuito, sem que seja necessário considerar esses parâmetros elétricos nos outroscomponentes.

Para ter sucesso no desenvolvimento dos conteúdos do presente capítulo, você já deverá conhecer associação de resistores, divisores de tensão e corrente, análise de circuitos com o auxílio do teorema de Thévenin e as leis de Kirchhoff e de Ohm.


Teorema de Norton

O teorema de Norton estabelece que “qualquer circuito formado por bipolos elétricos lineares, que são osresistores e as fontes de tensão contínua, pode ser substituído por um circuito equivalente simples”. O circuito equivalente simples é constituído de um gerador equivalente de Norton e a resistência na qual os valores de tensão e corrente serão determinados.

O gerador equivalente de Norton é composto por uma fonte de corrente e uma resistência denominados:
corrente equivalente de Norton (IN);resistência equivalente de Norton (RN).


Observação
O símbolo com a notação IN, representa uma fonte de corrente constante ou gerador de corrente. O sentido da seta representa o sentido da corrente, que deve ser o mesmo da fonte de tensão correspondente. Ou seja, em uma fonte de tensão, a corrente sai do terminal positivo.

A corrente equivalente de Norton é o valor da corrente de curto-circuitonos pontos A e B. Nesse cálculo, a resistência em estudo (RL) e as resistências em paralelo têm seus valores anulados pelo curto-circuito.




A resistência equivalente de Norton é a resistência equivalente entre os pontos A e B, após duas considerações: as fontes de tensões são curto-circuitadas e o bipolo de interesse, RL, está desligado do circuito.


Observação
As resistênciasequivalentes de Norton e Thévenin são determinadas da mesma forma.

Análise de circuitos

A análise de circuitos com auxílio do teorema de Norton é feita a partir de quatro passos:
determinar a resistência equivalente de Norton;

determinar a corrente equivalente de Norton;

calcular a tensão e a corrente no resistor de interesse empregando a Lei de Ohm, a partir dos valores de resistência ecorrente de Norton; e

calcular a potência dissipada no resistor de interesse, conhecendo os valores de resistência e tensão.








Exemplo

Tomando como exemplo o circuito que segue, serão calculados os valores de tensão, corrente e a potência dissipada no resistor R3.
Passo 1: Determinação da resistência equivalente de Norton.

Para isso, considera-se o resistor em estudo, R3,desligado do circuito e a fonte de tensão curto-circuitada.
Na associação resultante, temos os resistores R1 e R2 em paralelo, que podem ser substituídos por um único resistor equivalente, que será chamado de REQ ou RT.

O valor do resistor REQ, pode ser calculado pela equação:


A resistência resultante dessa associação é a resistência equivalente de Norton.

RN = 3,6 (

Passo 2:Determinação da corrente equivalente de Norton do circuito.

Para esse cálculo, deve-se considerar os pontos A e B em curto-circuito.
O curto-circuito entre os pontos A e B elimina as resistências R2 e R3, ligadas em paralelo. O circuito equivalente é representado a seguir.


A partir dos valores de tensão e resistência é possível determinar o valor da corrente equivalente de Norton, utilizando a...
tracking img