-Saude-mental-no-brasil-realidade-bem-longe-de-ser-uma-politica-social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (275 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Saúde Mental
Muito me preocupa a situação agonizante onde encontra-se hoje a saúde mental, que é o nível de qualidade de vida cognitiva ou emocional. Sempre assisto emnoticiários e vejo o descaso que encontra, porém não entendo o motivo para não haver uma assistência merecida para esses usuários. Mas agora fica a pergunta: de quem cobrar e quem deve serresponsável?

Então, o início a discussão seria mesmo uma solução ou agravamento da situação. Atualmente foi encerrado o atendimento de internação hospitalar para os usuários,causando um grande transtorno as famílias que não tinham nenhuma condição de mantê-los em suas casas devido aos custos com o fechamento dessa unidade hospitalar. Para que essaspessoas tenham um suporte, foram distribuídos nos Caps (Centro de Acolhimento Psicossocial), dos quais passam o dia e retornam a suas casas a noite. Essa iniciativa, também deveriacontar com o apoio do governo, porém o mesmo não disponibiliza as condições necessárias de sobrevivência deles como, atendimento especial, equipe treinada, capacitada, remédios ealimentação adequada a família.

Fornecer essas condições, é oferecer o essencial as famílias, para que possam ter uma vida digna, pois sendo uma política pública seria para asaúde da família. Manter essas pessoas nos Caps não vai diminuir a responsabilidade do Governo, já que o mesmo deveria desenvolver ações conjuntas, priorizando: casos de transtornosmentais severos e persistentes, uso abusivo de álcool e outras drogas, pacientes egressos de internações psiquiátricas, pacientes atendidos nos CAPS, tentativas de suicídio,vítimas de violência doméstica intra-domiciliar; e trabalhar o vínculo com as famílias, tomando-a como parceira no tratamento e buscar constituir redes de apoio e integração.
tracking img