Salmonella

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1971 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice

Índice 3
1. Índice de Fotos 4
2. Índice de Tabela 5
3. Introdução 6
4. Epidemiologia 7
5. Surtos de Salmonella 9
6. Medidas Profiláticas 11
7. Vacinas 14
8. Conclusão 15
9. Bibliografia 16



1. Índice de Imagem

Imagem 1 11



2. Índice de Tabela

Tabela 1 10



3. INTRODUÇÃO
O gênero Salmonella deve o seu nome a Daniel Elmer Salmon,bacteriologista veterinário que junto com Theobald Smith, isolaram e descreveram, pela primeira vez, o que chamavam de bacilo da peste suína, em 1885 , porém os surtos de salmoneloses humana foram relatados pela primeira vez por Gaffky em 1880.
As Salmonellas localizam-se primordialmente no trato gastrointestinal das aves em geral, de mamíferos domésticos e silvestres, sem provocar, na maioriadas espécies hospedeiras, manifestação de sintomas. Animais de estimação são considerados principais reservatórios das Salmonellas do tipo enteritidis.
Muitos estudos têm demonstrado que a Salmonella pode apresentar-se simultaneamente com muitos fatores com grau patogênico elevado quando causam doenças ao homem. Os alimentos e água contaminados por Salmonella constituem a fonte primária deinfecção humana por estes patógenos.

4. Epidemiologia

Pode-se considerar atualmente a Salmonella como sendo um dos microrganismos mais frequentes envolvidos em casos de doenças de origem alimentar pelo mundo, em média, a cada 100.000 pessoas 20 pessoas contraem Salmonella por ano, afetando com mais frequência crianças pequenas e idosos.
Hábitos alimentares influenciam a epidemiologia dassalmoneloses. A preparação e o armazenamento de grandes quantidades de alimentos, manuseio e controle inadequados, e ainda temperaturas desfavoráveis são condições que propiciam o aparecimento de contaminações deste tipo, e favorecem o processo multiplicativo da Salmonella.
A contaminação pode ocorrer de duas maneiras: Por contaminação cruzada, onde os alimentos podem ser contaminados através deutensílios, manipuladores, insetos, e por outros alimentos já contaminados, ou pela ingestão de alimentos contaminados que geralmente são de origem animal e podem conter esses microrganismos já na sua origem.
Existem diversos tipos de Salmonella, mas as principais causadoras de surtos alimentares são: Salmonella sp, Salmonella spp, Salmonella Thypi, Salmonella Paratyphi e Salmonella enteritidis.Quadro epidemiológico de cada tipo de Salmonella:
Salmonella sp: febre e diarreia. O período de incubação é usualmente de 8 a 22 horas.
Salmonella Thyphi: septicemia, febre persistente, que pode ou não ser acompanhada de um ou mais dos seguintes sinais e sintomas: cefaleia, mal-estar geral, dor abdominal, anorexia, dissociação pulsotemperatura, constipação ou diarreia, vômitos, tosse seca,roséolas tíficas (manchas rosadas no tronco – achado raro) e esplenomegalia. O período de incubação é usualmente de 7 a 28 dias.

Tabela 1 : Características da salmonella typhi

Salmonella Spp: diarreia e febre. O período de incubação é usualmente de 8 a 22 horas.
Salmonella Paratyphi (A,B e C): septicemia, quadro de gastroenterite, febre e vômitos. O período de incubação é usualmente de 6 a 48horas e a duração média da doença é de três semanas

5. Surtos de Salmonella

Salmonella Enteritidis
Em 1993 ocorreu um surto alimentar em uma escola, com 211 afetados. Os dados epidemiológicos levantados por entrevista de amostragem de afetados e não afetados mostraram que os sintomas predominantes foram diarreia, febre (77,7%), dor abdominal (67,7%), vômito (65,8%), calafrios(54,5%) e cefaleia (44,5%). A média de incubação foi de 17 horas, com limites entre 3 e 29 horas. A duração da doença foi de 3 a 4 dias. O alimento consumido foi um tipo de patê, mistura de molho de maionese preparada com ovos crus com batata cozida, passado em pão. A análise de material biológico (3 coproculturas) e de restos de alimentos revelou a presença de Salmonella Enteritidis. No caso...
tracking img