Rup e scrum

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (934 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O fator principal para obter o delicado equilíbrio entre produzir software de qualidade e liberá-lo com rapidez é compreender os elementos essenciais do processo e seguir algumasdiretrizes para sua adaptação, a fim de satisfazer, da melhor maneira possível, as necessidades específicas do projeto. Esse procedimento deve ser realizado de acordo com as melhores práticas testadas eaprovadas na indústria, ajudando assim os projetos de desenvolvimento de software a serem bem-sucedidos.
Diferentemente de outros processos (como exemplo, os de engenharia civil), o desenvolvimento desoftware é algo recente, de forma que ainda existem diversos pontos para amadurecer e lacunas a serem preenchidas. Entretanto, já existem diferentes metodologias utilizadas para esse fim.
Em projetosde grande porte as iterações do RUP podem ter alto custo e tempo, como podemos ver na tabela abaixo:
Tabela 1 – Duração de iteração para uma gama de projetos iterativos.
Linhas de Código |   |Número de Pessoas |   | Duração de uma Iteração |
5.000 |   | 4 |   | 2 semanas |
20.000 |   | 10 |   | 1 mês |
100.000 |   | 40 |   | 3 meses |
1.000.000 |   | 150 |   | 8 meses |

SegundoKRUCHTEN(2003), as iterações do RUP em projetos de médio porte chegam a durar cerca de três meses. Já em projetos de grande porte a interação pode durar até oito meses, fato que prolonga demasiadamente oprocesso.
O tema desse trabalho é a utilização dos Sprints* da metodologia ágil SCRUM para redução dos tempos das iterações do framework RUP, definindo seus conceitos, características efuncionamentos.

KRUCHTEN(2003) ainda afirma que:
A abordagem iterativa deixa suavizar os riscos cedo, por que a integração é geralmente o único momento em que os riscos são descobertos ou endereçados. [...]Riscos são percebidos provarão não ser riscos, e serão revelados riscos novos, insuspeitos.
Sendo assim, podemos analisar que a cada iteração podemos descobrir novos riscos, e até mesmo os riscos...
tracking img