Rup e Scrum

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1317 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera


Nome: Bruno Ferreira RA: 111296064

Nome: Eliam Viana Bento RA: 111324971

Nome: Herbert Araujo Rocha RA: 101135076

Nome: Fellipe Ribeiro RA: 111311691

Nome: Lucas Ramalho Albuquerque RA: 080338844


Metodologias





São Paulo (SP)2012
4° Semestre
Unidade Marte



O que é
É o conjunto formado por procedimentos, técnicas, ferramentas e documentação que auxiliará os responsáveis pelo desenvolvimento de sistemas em seus esforços na implementação de um novo sistema de informação. Uma metodologia consistirá de fases, cada uma consistindo de sub-fases, que orientarão estes responsáveis na escolha das técnicas que deverão sermais apropriadas a cada estágio do projeto e também auxiliá-los a planejar, gerenciar, controlar e avaliar o projeto do sistema de informação.

RUP
Desenvolvida na década de 70 e aperfeiçoada desde então, o RUP é a metodologia da companhia norte-americana Rational (adquirida pela IBM em 2002), chamada Rational Unified Process (RUP®).
Representado graficamente, o RUP possui duas dimensões,que representam as fases e as disciplinas.
O eixo horizontal (fases) representa o tempo, o aspecto dinâmico do processo e é expressa em termos de fases, iterações e marcos. Uma iteração é descrita como uma passagem por todas as disciplinas. A partir da fase de elaboração, cada iteração deve produzir um módulo do sistema. O projeto é concluído quando todos os módulos forem produzidos einterconectados como peças (componentes) de um quebra cabeça (sistema). É assim que funciona o “processo iterativo e incremental” do RUP.
A cada iteração deve ser obtido um release executável, o qual é testado e aprovado pelo usuário. Dessa forma, o risco é minimizado, pois eventuais falhas são identificadas já nas fases iniciais do projeto.
O eixo vertical representa as disciplinas, o aspecto estático doprocesso, e é descrito em termos de componentes, disciplinas, atividades, fluxos de trabalho, artefatos e papéis do processo. O gráfico da figura abaixo demonstra o esforço que é aplicado na disciplina ao longo do tempo. A disciplina de requisitos, por exemplo, requer mais trabalho nas fases iniciais (iniciação e elaboração), enquanto a de implantação praticamente não existe antes das fases finais(construção e transição).
O ciclo de vida de software do RUP é dividido em quatro fases seqüenciais – Iniciação (ou Concepção), Elaboração, Construção e Transição – cada uma concluída por um marco principal. Em cada final de fase é executada uma avaliação para determinar se os objetivos da fase foram alcançados. Uma avaliação satisfatória permite que o projeto passe para a próxima fase.
Fase deIniciação
A meta da fase de iniciação é atingir o consenso entre todos os envolvidos sobre os objetivos do ciclo de vida do projeto. Nesse sentido, as atividades básicas envolvem:
a)Formular o escopo do projeto: Capturar o contexto, bem como os requisitos e as restrições mais importantes, para que seja possível elaborar critérios de aceitação para o produto final.
b) Preparar o ambiente parao projeto, avaliar o projeto e a organização, selecionar ferramentas e decidir quais partes do processo devem ser melhoradas.
Fase de Elaboração
A meta da Fase de Elaboração é criar a linha básica (baseline) para a arquitetura do sistema a fim de fornecer uma base estável para o esforço da Fase de Construção. Deve-se decidir basicamente sobre a organização do sistema, a seleção dos elementos eseu comportamento.
Fase de Construção
A meta da Fase de Construção é esclarecer os requisitos restantes e concluir o desenvolvimento do sistema com base na arquitetura definida.
Fase de Transição
O RUP possui ainda a fase de Transição, que consiste de várias atividades com o objetivo de implantar o sistema no ambiente do usuário.

SCRUM
Scrum é um processo ágil para construir software...
tracking img