Rousseau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1656 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Rousseau
O mais popular, avançado e crítico dos filósofos modernos, Jean Jacques Rousseau, foi também objeto de grande polêmica e admiração. Revolucionários franceses, fizeram de suas idéias lemas para as fases avançadas da revolução. Ao mesmo tempo, a burguesia, a igreja e o pensamento conservador o têm como um dos seus grandes incômodos.
Escreve o Discurso sobre as ciências e as artes, emseguida, escreve o Discurso sobre a origem e os Fundamentos da desigualdade entre os homens, obra polêmica que lhe consagra. Escreve A nova Heloísa, os seus importantes livros O contrato social e Emílio e também as cartas escritas da montanha, dentre outros. O pensamento de Rousseau é muito original em comparação com os demais filósofos modernos do iluminismo. Os iluministas exalta a razão contra astrevas da fé religiosa. Rousseau, não toma parte do obscurantismo religioso, mas também não toma parte de um pleno racionalismo. Para ele, a civilização não poderia ser considerada o apogeu da vida humana, em oposição a uma vida natural primitiva. Pelo contrário, a civilização era culpada da degeneração da moral do homem natural. Em sociedade, o comportamento humano se altera, buscando ganhos evantagens pessoais.
A polidez, a educação e a etiqueta escondem interesse pessoal por detrás da relação com os outros. Em sociedade, dá-se importância ao luxo, criam-se necessidades artificiais e os homens passam a ser escravos de tais caprichos. A educação é o corolário mais importante do pensamento de Rousseau. Investe numa reflexão que seja capaz de transformar o homem. O homem não é apenasrazão, é também e mais sentimento. O ser humano, em sua verdade profunda, no contato profundo com a natureza, mais do que pensar, sente.
Desvendar as conexões mais profundas, tanto da razão quanto do sentimento, foi o itinerário empreendido por Rousseau. Não busca a volta a um idílico estado natural. Seu projeto é o de entender a natureza humana para saber se ainda há solução para consertar a própriacivilização, dado o grau de degeneração a que ela e os homens chegaram.
O estado de natureza em Rousseau
Rousseau critica os contratualistas anteriores a ele por não conseguir chegar, em suas investigações aos estágios naturais ainda mais primitivos. Suas teorias sempre situam o homem natural com alguns atributos que são já da civilização. Rousseau define o estado de natureza sem os vícios dacivilização. O homem em natureza não se vale dos engenhos, não necessitando de ferramentas ou técnicas, nem da palavra, nem da residência, nem da guerra, nem do vínculo com os seus semelhantes. Estabelece uma distinção entre duas ordens de desigualdade entre os homens: aquelas que são naturais e física e aquelas que são morais e políticas. Na base de comparações, trata da diferença dos homens paracom os animais e, trata também dos aspectos metafísicos e morais do homem. Além da liberdade, uma das mais importantes características do homem natural é a sua perfectibilidade. Ironicamente, para Rousseau, é juntamente essa liberdade que permite ao homem o aperfeiçoamento que também possibilita o seu rebaixamento a um nível pior que o dos animais, na medida em que o fato de não está adstrito aoinstinto, por ser livre, pode também conduzí-lo à infelicidade.O homem selvagem não se projeta para além de suas necessidades.
No Discurso, Rousseau afirma o contraste em relação à Hobbes: não é possível transferir os vícios que são do estado de civilização para estado natural. O homem não é naturalmente mau. Em estado de natureza, não é pelo fato de que haja uma ausência da idéia de bondade que ohomem será constituído por uma condição má. A ignorância leva o homem à calma das paixões.
O homem natural, para Rousseau, é muito mais um bom selvagem do que propriamente o lobo do próprio homem, como afirmava o pensamento de Hobbes. A condição originária do homem, de bom selvagem, não é estática. Com o passar do tempo, a calma das paixões se transforma. Os interesses individualistas...
tracking img