Rousseau e a origem do mal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 224 (55951 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA

Israel Alexandria Costa

ROUSSEAU E A ORIGEM DO MAL

Salvador 2005

ISRAEL ALEXANDRIA COSTA

ROUSSEAU E A ORIGEM DO MAL

Dissertação apresentada ao Curso de Mestrado em Filosofia, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, como requisitoparcial para obtenção do grau de Mestre. Linha de Pesquisa: Filosofia e Teoria Social . Orientador: Prof. Dr. Mauro C. B. de Moura.

Salvador 2005

C837

Costa, Israel Alexandria Rousseau e a origem do mal / Israel Alexandria Costa. 2005. 144 f. Orientador: Prof. Dr. Mauro Castelo Branco de Moura. Dissertação ( mestrado ) - Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Filosofia e CiênciasHumanas, 2005. 1. Filosofia francesa. 2. Mal. 3.Consciência. 4. Liberdade. 5. Razão. 6. Providência divina. I. Moura, Mauro Castelo Branco. II. Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas. III. Título. CDD - 194

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas Programa de Pós-Graduação em Filosofia

ISRAEL ALEXANDRIA COSTA

ROUSSEAU E A ORIGEMDO MAL
Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Filosofia

Salvador,

de

de 2005

Banca Examinadora: Mauro C. B. de Moura ________________________________________________
Doutor em Filosofia, UFRJ Universidade Federal da Bahia

Genildo Ferreira da Silva _____________________________________________
Doutor em Filosofia, UNICAMP Universidade Federal da Bahia

Antônio Carlos dosSantos ___________________________________________
Doutor em Filosofia, USP Universidade Federal de Sergipe

A Laura, André, Arlete e Dante

AGRADECIMENTOS
Quão verdadeiro é que as produções humanas são produções sociais. Quantas contribuições para essa dissertação não nasceram de simples observações de imagens, vozes e de gestos das pessoas que despretensiosamente observei? Quantas idéiasnão nasceram de conversas, palestras, encontros, aulas, comentários, indicações de textos...? Devo agradecer, mas vejo que meu sentimento de gratidão se condensa à medida que o círculo se fecha: esse sentimento é névoa difusa para os que foram tão-somente espécie humana, gente da minha terra, da minha língua; forma fixa para os que tão apenas, direta ou indiretamente, possibilitaram e/oufacilitaram minha chegada até a presente hora; corpo denso no círculo dos que compartilharam conscientemente comigo das dificuldades, dos trabalhos e das reflexões, sacrificando seu tempo e sua pessoa em meu favor: a estes, eu já poderia distinguir e nomear, mas a lista seria considerada inconvenientemente grande para este espaço. No último círculo estão aqueles para quem meu sentimento de gratidão é umaestrela densa: já não posso separá-los de mim mesmo porque eles também se prenderam a mim através deste trabalho. Eu quero e devo prestar meus agradecimentos especiais: Ao Prof. Dr. Mauro C. B. Moura, que, honrando-me com sua confiança e amizade, me aceitou como seu orientando e não poupou esforços e cuidados para com minha pesquisa. Ao Prof. Dr. Genildo Ferreira da Silva, pela extraordináriaboa-vontade com que prestou esclarecimentos, disponibilizou textos e abriu-me novas perspectivas sobre Rousseau. Ao Prof. Dr. José Crisóstomo, por nos ter gentilmente franqueado o acesso ao seu acervo pessoal de livros. Ao Prof. Dr. João C. Salles, a quem considero dever agradecer, em par com todo o corpo do Mestrado de Filosofia da UFBA, pela calorosa acolhida institucional. À minha esposa e ao meufilho, pelo integral apoio e pela compreensão a mim dedicados durante todo esse tempo.

NOTAS PRELIMINARES
a) O estilo adotado na presente dissertação segue o padrão dos modelos de dissertações e teses dos programas de pós-graduação da Universidade Federal da Bahia, ajustados segundo Normas da ABNT. A obra consultada como fonte dos registros desses modelos foi:
LUBISCO, Nídia M. L, VIEIRA,...
tracking img