Roubo de cargas no transporte rodoviario

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3546 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO

RESUMO
O presente artigo trata de uma grande preocupação da Logística no contexto brasileiro, a ação de quadrilhas especializadas em roubos de carga no transporte rodoviário, que é um fenômeno que causa grandes prejuízos no setor. Como sugestão ao contorno do problema ressalta-se o investimento em Tecnologia da Infor-mação como possibilidade deprevenção ao roubo de cargas e, ressalta-se também a dura repressão à receptação de carga rou-bada como a grande estratégia a ser adotada pelo governo federal para diminuição dos casos de roubo de carga no Brasil.
Palavras-Chave: Logística, Transporte Rodoviário, Roubo de Carga, Tecnologia da Informação.

ABSTRACT
This article is about a big concern of the Logistics in the Brazilian context, thatis the action of groups specialized in stolen cargo in the road transport, that is a phenomenon that causes big damages in the sector. As suggestion to resolve the problem we stand out the investment in Information Technology as possibility of pre-vention to the robbery of cargo and also a hard repression to the receiving of stolen cargo like a big strategy to be adopted by the federal governmentto reduce stolen cargo cases in Brazil.
Keywords: Logistics, Road Transport, Stolen Cargo, Information Technology.

1. INTRODUÇÃO

As empresas têm a logística como uma ramificação do setor administrativo voltada à gestão e planejamento da armazenagem, circulação e distribuição de produtos, mais que apenas transporte de mercadorias, cuida do fluxo eficiente e economicamente efi-caz desde amatéria-prima até o produto acabado, tem como foco atender a demanda dos clientes ajudando a manter a força da marca.
Todo o esforço de construção de confiabilidade por meio da Logística pode ser abalado quando qualquer das funções logísticas não é cumprida da forma deseja-da. Neste sentido tentamos abordar um problema brasileiro que causa grandes rombos no planejamento logístico o roubo decargas.
Para tanto ressaltaremos algumas importantes definições de Logística e a complexa relação entre Logística e transporte. Em seguida esboçaremos um panorama da matriz dos transportes no Brasil, em que mostraremos a grande predominância do uso do modal rodoviário. Abordaremos o problema do roubo de cargas apresentando importantes constatações, como, por exemplo, de que o elo decisivo da ação dequadri-lhas especializadas em roubo de cargas é a receptação. Além da tecnologia da Infor-mação como ferramenta preventiva ao roubo de cargas.
Finalizando apresentamos, baseados nos dados levantados para o artigo, du-as sugestões de ação: atuação forte do governo na rede de receptação e o investimento em tecnologia da informação, através de um cadastro federal de todos os furtos.

2.LOGÍSTICA E O TRANSPORTE DE CARGAS

Logística surge como um ramo da administração voltada à gestão e planejamento da armazenagem, circulação e distribuição de produtos. Segundo BALLOU (2001), a Lo-gística é “um processo de planejamento, implementação e controle do fluxo eficiente e economicamente eficaz de matérias-primas, estoque em processo, produtos acabados e informações relativas desde o ponto deorigem até o ponto de consumo, com o propó-sito de atender às exigências dos clientes”.
O transporte é a principal das funções logísticas, uma vez que todo o plane-jamento de armazenagem, movimentação e de informação partem do pressuposto de que o produto desejado estará no local em questão. O transporte de cargas representa a maior parcela dos custos logísticos, 2 terços destes, na maioria dasorganizações. E a garantia de um transporte eficiente tem papel importante na confiabilidade de uma empresa no seu serviço ao Cliente.
BOWERSOX e CLOSS (2001) destacam que: “O principal objetivo do transpor-te é movimentar produtos de um local de origem até determinado destino minimizan-do ao mesmo tempo os custos financeiros, temporais e ambientais. As despesas de perdas e danos também devem...
tracking img