Roger fenton

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1642 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Roger Fenton
Valley of the Shadow of Death



ROGER FENTON (1819–1869)

Fotógrafo Britânico; pioneiro na fotografia de guerra

Roger Fenton nasce em 1819. Depois de estudar direito, em Londres, Fenton dedica-se às artes, área que o leva a conhecer os fotógrafos franceses Gustave Le Gray e Henri Le Secq, entretanto, Fenton qualificou-se como advogado e assumiu a Fotografia como hobby.Retirado em Novembro 15, 2011, de http://en.wikipedia.org/wiki/File:Roger_Fenton_self.jpg
Fig. 1- Auto-retrato Roger Fenton

Retirado em Novembro 15, 2011, de http://en.wikipedia.org/wiki/File:Roger_Fenton_self.jpg
Fig. 1- Auto-retrato Roger Fenton

Este surgiu como um dos fotógrafos influentes da sua época assim como uma importante força na fundação de fotografia organizada noReino Unido. A sua habilidade e capacidade de criar imagens, levou ao seu envolvimento na criação da Photographic Society – mais tarde, The Royal Photographic Society – enquanto isto, Roger fotografava a família real britânica.
Em 1853, Fenton decide transformar o seu hobby em profissão, esta decisão parece ter sido incitada por um pedido do Museu Britânico, que lhe pediu que documenta-se algumasdas suas colecções.
Seguidamente, em 1854, Fenton fez uma viagem fotográfica para Yorkshire, como teste à sua carrinha de fotografia. Posteriormente, viaja até à Guerra da Crimeia (1853-1856), onde tirou 360 imagens que lhe deram o título de “primeiro fotógrafo de guerra”. O seu corpo de trabalho compunha-se com cenas de campo, portos e retratos militares, afastando-se de imagens de cadáveresou acções violentas.
A Outubro de 1862, Roger desistiu da fotografia sem razão aparente, vendendo todos os seus negativos e equipamentos, mais tarde, em 1869 este morre em casa, com apenas 50 anos. Factores como a cólera que contraiu na zona de Guerra foram influentes para a sua morte prematura.

EXPÓLIO

Algumas das suas obras encontram-se permanentemente no The Getty Museum, emLos Angeles, Califórnia, sendo possível visitar estas virtualmente pois estão disponíveis no site do museu (http://www.getty.edu).
As suas obras já passaram por museus como o TATE Britain, em Londres e The Metropolitan Museum of Art, em Nova Iorque.
Roger Fenton, como fundador da Royal Photographic Society, tem também algumas das suas obras na galeria Royal Collection, na sua maioriaretratos.
A obra de Roger Fenton está concentrada num livro, “All the Mighty World: The Photographs of Roger Fenton 1852- 1860”, de Gordon Baldwin, tendo também alguns trabalhos no recente livro “Roger Fenton • Julia Margaret Cameron: Early British Photographs from the Royal Collection” de Sophie Gordon.
Lançado pelo próprio The Getty Museum, Gordon Baldwin escreve “Roger Fenton: Pasha andBayadere” um livro que fala sobre a imagem “Pasha and Bayadere”, de Fenton (Fig.2).
Retirado em Novembro 15, 2011, de http://www.getty.edu/art/gettyguide/artObjectDetails?artobj=66661
Fig. 2- Pasha and Bayadere, de Roger Fenton

Retirado em Novembro 15, 2011, de http://www.getty.edu/art/gettyguide/artObjectDetails?artobj=66661
Fig. 2- Pasha and Bayadere, de Roger Fenton

Richard Pare tambémelabora um livro com as obras de Roger Fenton, chamado “Roger Fenton (Aperture Masters of Photography)” e há ainda, “Roger Fenton: Photographer of the Crimean War, his photographs and his letters from the Crimea”, de Helmut Gernsheim e Alison Gernsheim. Errol Morris, realizador cinematográfico, durante anos estuda os “mistérios” das imagens, tendo escrito “Believing is seeing: observations on themysteries of photography”, onde fala das imagens “The Valley of the Shadow of Death” de Roger Fenton e da polémica que as rodeia.

ANÁLISE DE IMAGEM

“…in coming to a ravine called The Valley of Death, the sight passed all imagination: round shot and shell lay like a stream at the bottom of the hollow all the way down, you could not walk without treading upon them... “
Roger Fenton...
tracking img