Livro filosofia - pag 149 1° a 15°

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1263 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Que quer dizer Cosmologia? E Ontologia?

Cosmologia: ramo da Astrologia que estuda os corpos celestes
Ontologia: parte da Filosofia que estuda a natureza do ser

2. Em que Heráclito e Parmênides discordam? Em que concordam?

Discordam
Heráclito de Éfeso considerava a natureza um fluxo perpétuo, o escoamento contínuo dos seres em mudança perpétua. Dizia ele: “Não podemos banhar-nos duasvezes no mesmo rio, porque a água nunca é a mesma e nós nunca somos os mesmos”.
Parmênides de Eleia colocava-se na posição contrária à de Heráclito. Dizia que só podemos pensar sobre aquilo que permanece sempre idêntico a si mesmo; que o pensamento não pode pensar sobre coisas que são e não são, que ora são de um modo, ora de outro, que são contrárias a si mesmas e contraditórias.

ConcordamAo afirmarem que pensar e perceber são fenômenos que se diferem. O pensar é a essência do conhecimento; o perceber é fruto da nossa capacidade sensorial e, por isso, está suscetível ao erro.

3. Explique por que Sócrates se opõe aos sofistas?

Enquanto os sofistas defendiam que não podemos conhecer o ser, pois, se pudéssemos, pensaríamos todos da mesma maneira e haveria um a única filosofia,Sócrates propõe exatamente que se comece a conhecer as coisas pelo próprio ser (Oráculo de Delfos: “Conhece-te a ti mesmo”) afirmando, ainda, que a verdade pode ser conhecida desde que possamos compreender que precisamos afastar as ilusões dos sentidos, as imposições das palavras e a multiplicidade das opiniões.

4. Que problemas novos para o conhecimento foram trazidos pelo Cristianismo?

1 –Como, sendo seres decaídos e pervertidos, podemos conhecer a verdade?
2 – Pelo pecado original o cristianismo separou, radicalmente, homem e divindade, dando surgimento a seguinte pergunta: como o finito (humano) pode conhecer a verdade (infinita e divina)?

5. Por que a fé assumiu um lugar tão importante para o conhecimento verdadeiro?

A Idade Média é o período histórico da humanidade emque, certamente, o homem mais buscou compreender e explicar o funcionamento do universo e da natureza, inclusive a si mesmo, a partir dos elementos religiosos, o que fez com que a fé, durante tão longo tempo, se tornasse central para o pensamento humano, pois somente por meio dela as grandes perguntas eram respondidas.

6. Explique a diferença entre verdades de fé e verdades de razão.

Verdadesde fé
As verdades que dependem da revelação divina são aquelas que nossa razão finita e imperfeita não só não pode alcançar sozinha como são, sobretudo, aquelas que só podemos aceitar sem compreender. Verdadeiros mistérios.

Verdades de Razão
São as verdades da Ciência e as que nossa razão pode alcançar por si mesma.
A notar: Segundo o Cristianismo, toda verdade decorre das revelações dasabedoria e da inteligência divina. Assim sendo, não pode haver verdades conflitantes e, ao serem, as verdades da razão devem se submeter às da fé, pois a razão humana é passível ao erro e ao falso, enquanto que Deus é infalível.

7. Por que a pergunta moderna sobre o conhecimento é “como o conhecimento verdadeiro é possível”?

Porque a resposta a essa pergunta desencadeia uma determinada práxissocial e, a depender de qual seja, cria-se um modelo de homem, que negará a outro: o homem que buscará as verdades de fé ou o homem que buscará as verdades da razão.

8. Segundo Bacon, quais são e o que são os ídolos?

Francis Bacon, em sua teoria conhecida como A Crítica dos Ídolos, aponta 04 tipos de ídolos ou imagens que formam opiniões cristalizadas e preconceitos que impedem o conhecimentoda verdade. A saber:
1 – Ídolos da Caverna: são as opiniões que se formam em nós por nossos erros e defeitos sensoriais. Fáceis de serem corrigidos por nosso intelecto.
2 – Ídolos do Fórum: são opiniões que se formam em nós em consequência da linguagem e de nossas relações com os outros. Difíceis de serem vencidos, o intelecto, mesmo assim, tem poder sobre eles.

3 – Ídolos do teatro: são...
tracking img