Riqueza

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 36 (8967 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Rio de J a neiro
Instituto de Economia

O DEBATE SOBRE A DESIGUALDADE DE RENDA NO
BRASIL: DA CONTROVÉRSIA DOS ANOS 70 AO
PENSAMENTO HEGEMÔNICO NOS ANOS 90
TD. 001/2004
Rodrigo Mendes Gandra

Série
Textos para Discussão

O debate sobre a desigualdade de renda no Brasil: da controvérsia dos anos 70 ao pensamento
hegemônico nos anos 90.1
Autor: Rodrigo MendesGandra2
Última Revisão: 10/jan/2004
JEL: B10, D30, D31, D39
Palavras-Chave: Desigualdade de Renda, História do Pensamento Econômico, Teoria do Capital Humano.

Introdução
Este trabalho tem por objetivo principal delinear a História do Pensamento Econômico Brasileiro
sobre as questões distributivas a partir da década de 60. Trata-se de um o resumo da dissertação de
mestrado do autor (quepode ser encontrada nas referências bibliográficas). Em primeiro lugar, fazse uma análise do debate sobre as causas do aumento da desigualdade de renda brasileira na década
de 60 (que ficou conhecido como a “Controvérsia de 70”). Após isto, faz-se uma análise dos
argumentos dos economistas contemporâneos (da década de 90) sobre as causas da elevada e
estável desigualdade de renda no Brasil. E,finalmente, compara-se os dois períodos de pensamento
para se saber como o debate tem evoluído.
I- A “Controvérsia de 70”
No Brasil, a distribuição da renda foi objeto de um amplo debate durante a década de 70 (conhecida
como “Controvérsia de 70”), que teve seu ponto de partida na constatação da elevação dos índices
de concentração pessoal de renda durante a década de 60. Havia duas vertentesbásicas de
pensamento. De um lado, estudiosos como Langoni (1973), Branco (1979) e Senna (1976)
baseavam-se em um modelo que conectava a curva de U-invertido de Kuznets à Teoria do Capital
Humano (TCH), de modo que o acelerado crescimento econômico em um país de renda per capita
relativamente baixa e a mudança da estrutura econômica de agrária para industrial teriam
desencadeado efeitosconcentradores da renda. Eles focavam a distribuição pessoal da renda com
um olhar mais específico sobre o mercado de trabalho. Por outro lado, havia pesquisadores que
concentravam suas análises nos efeitos nefastos das políticas econômicas do governo militar sobre a
renda. Seguindo este paradigma, os trabalhos de Fishlow (1972, 1973), Hoffmann e Duarte (1972),
Bacha e Taylor (1980) enfatizavamelementos da distribuição funcional da renda e os modelos de
segmentação do mercado de trabalho para explicar o aumento da concentração pessoal da renda no
Brasil.
Pode-se dividir a tal controvérsia em três principais teses que explicariam a natureza do aumento da
concentração de renda na década de 60: a de Fishlow que culpava a compressão salarial ocorrida no
governo Castello Branco entre 1964 e1967; a de Langoni que mostrou como o crescimento
acelerado (e a mudança da estrutura econômica para industrial) acabou por concentrar a renda via
“efeito Kuznets” e via defasagem da oferta de mão-de-obra qualificada diante da sua demanda
crescente; e a de Bacha que acusava a abertura do leque salarial dos gerentes das firmas diante de
1
2

Este artigo baseia-se na dissertação de mestrado deGandra (2002).
Mestre em Economia pela UFF.

lucros crescentes. Estes modelos serão resumidos.
1. A tese da compressão salarial: Fishlow
Através do cálculo do Índice de Theil, com base nos dados dos censos de 1960 e 1970, Fishlow
(1972)3 constata que houve de fato um aumento da desigualdade pessoal da renda brasileira, durante
o período do governo de Castello Branco (1964-1967) e arriscauma interpretação polêmica para a
causa fenômeno. Apesar do acelerado crescimento econômico na década de 1960, Fishlow (1978:
159) foi um dos primeiros economistas a atentar para o fato de que o crescimento não era uma
medida de desempenho econômico e social satisfatória, pois dever-se-ia levar em conta a maneira
pela qual o aumento do PIB foi distribuído para população. Desde o governo...
tracking img