Revoltas regenciais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (827 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Período Regencial

Com a abdicação de D. Pedro I, considerando o fato de o príncipe herdeiro ter apenas 5 anos de idade, era necessária, segundo a Constituição, a eleição de três membros pelaAssembléia Geral (Senado e Câmara dos Deputados), que formariam uma Regência, para ocupar o lugar do príncipe herdeiro até que o mesmo atingisse a maioridade. No entanto, naquele dia 7 do mês de abril(mesmo dia da abdicação de Pedro I) de 1931, os parlamentares estavam de férias. A solução encontrada pelos parlamentares presentes na capital, na época o Rio de Janeiro, foi a eleição de uma regênciaprovisória.
O Período Regencial (1831 – 1840) pode ser dividido em duas partes: a Regência Trina (Provisória e Permanente) e a Regência Una (1834-1840). Nesse período, a Assembléia era composta portrês grupos: os moderados (maiorias na Assembléia representavam a elite e defendiam a centralização do poder); os restauradores (defendiam a restauração do Imperador D. Pedro I); e os exaltados (defendiama descentralização do poder).
A Regência Trina Provisória, eleita em abril, ficou no poder até julho, e era composta pelos Senadores: Nicolau de Campos Vergueiro (liberal moderado), José JoaquimCarneiro Campos (representante dos restauradores) e brigadeiro Francisco de Lima e Silva (dos mais conservadores do Exército).
A Regência Trina Permanente foi eleita em julho de 1831, pela AssembléiaGeral. Seus integrantes foram: deputado José da Costa Carvalho (moderado), João Bráulio Muniz e o brigadeiro Francisco de Lima e Silva, que já era integrante da Regência Trina Provisória. Como ministroda justiça, é nomeado o padre Diogo Antônio Feijó.
A situação política no país diminuía a governabilidade. Restauradores e exaltados faziam oposição aos regentes. Para conter os excessos, DiogoAntônio Feijó criou, ainda em 1831, a Guarda Nacional, formada por filhos de aristrocatas moderados.
No entanto, conflitos separatistas eclodiram a partir de 1833. O primeiro foi a Cabanagem (Pará), à...
tracking img