Resumo a estrategia do oceano azul - cap 6

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1178 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONSENHOR MESSIAS
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS
Unidade Acadêmica de Ensino de Ciências Gerenciais
Administração















NAYARA CAMPELO
JOÃO PAULO COTA
RENAN GERALDO





A ESTRATEGIA DO OCEANO AZUL












SETE LAGOAS
2012
NAYARA CAMPELO
JOÃO PAULO COTA
RENAN GERALDO









A Estratégia do Oceano AzulCapitulo 6: Acerte a Seqüência estratégica

























Este trabalho consiste em um resumo do capitulo do livro.
FINALIDADE: Através Dodô capitulo conseguir construir Oceanos Azuis.











SETE LAGOAS
2012
Percorremos diversos caminhos para descobrir possíveis oceanos azuis. O desafio seguinte consiste em construirum modelo de negócios robusto para garantir que o empreendimento gere bons lucros com base na idéia do oceano azul.
A seqüência estratégica certa
As empresas precisam elaborar a estratégia do oceano azul na seqüência: utilidade para o comprador, preço, custo e adoção.
O ponto de partida é a utilidade para o comprador. Na falta desse elemento, não existe, de imediato, potencial para a criação deoceanos azuis. Nesse caso, existem duas opções: abandonar a idéia ou reformula-la.
A segunda etapa é definir o preço estratégico certo. O preço do produto foi definido para atrair a massa de compradores-alvo.
Essas duas primeiras etapas cuidam do lado da receita do modelo de negócios da empresa.
A garantia do lucro nos leva ao terceiro elemento: custo. Não se deve permitir que o custodetermine o preço. Também não se deve reduzir a utilidade porque o alto custo inibe a capacidade de lucrar ao processo estratégico.
A última etapa é lidar com as barreiras á adoção. A formulação da estratégia do oceano azul se completa apenas quando se cuida dos obstáculos á adoção desde o inicio, para garantir a realização bem-sucedida da idéia.
Teste da utilidade excepcional
A necessidade de avaliara utilidade para os compradores da oferta talvez pareça evidente.
O ponto de partida é criar uma curva de valor que passe pelo teste inicial do foco, da singularidade e mensagem consistente que fale aos compradores. Essa diferença de perspectiva é importante porque significa que a maneira de desenvolver o novo produto é função menos das possibilidades técnicas e mais da utilidade para oscompradores.
O mapa da utilidade para o comprador ajuda os gestores a examinar essa questão sob a perspectiva certa. Ele esboça todas as alavancas a serem manipuladas pela empresa para fornecer utilidade excepcional aos compradores e delineia as varias experiências possíveis dos compradores com o produto.
Os seis estágios do ciclo da experiência de compra
Em geral, a experiência do comprador pode serdesdobrada num ciclo de seis estágios, que se desenvolvem mais ou menos em seqüência, da compra ao descarte. Em cada estagio, os gerentes podem fazer um conjunto de perguntas para avaliar a qualidades das experiências dos compradores.
As seis alavancas dos compradores
Ao longo dos estágios das experiências dos compradores encontram-se o que denominamos alavancas da utilidade: as maneiras pelasquais as empresas podem liberar utilidade excepcional para os compradores.
Para testar a utilidade excepcional, as empresas devem verificar se seus produtos e serviços removeram os maiores obstáculos á utilidade.
Um exemplo é o Modelo T da Ford, antes de seu lançamento os outros fabricantes só produziam automóveis de luxo. Com um único golpe ele eliminou dois obstáculos á utilidade. O Modelo Tfoi denominado carro das grandes multidões. Assim, o mapa de utilidade do comprador enfatiza as diferenças entre idéias que realmente criam utilidade nova e excepcional e aquelas que são basicamente reformulações das ofertas existentes que não geram valor. Ao aplicar o diagnostico, descobre-se como refinar a idéia.
Da utilidade excepcional para a precificação estratégica
As empresas estão...
tracking img