Resumo textual do livro "direitos humanos - o desafio da interculturalidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1201 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
2 RESUMO TEXTUAL: DIREITOS HUMANOS- O DESAFIO DA INTERCULTURALIDADE

A forma como a política progressista transformou os Direitos Humanos em uma forma de emancipação social, se tornou duvidosa, a medida que, ditadores defendiam o sacrifício dos Direitos Humanos com o objetivo de cumprir as finalidades do desenvolvimento. Hoje, esses progressistas recorrem a esses direitos para formular uma novapolítica emancipatoria, uma vez que, o socialismo se encontra em uma profunda crise.

Para entender melhor as condições em que os Direitos Humanos podem ser utilizados na política emancipatoria e progressista, é necessário o entendimento de três tensões dialéticas que formam a modernidade ocidental.

A primeira tensão, que ocorre entre regulação social (Estado intervencionista) e emancipaçãosocial (com linguagem socialista), é marcada pela crise. Justificada pelo fato de os dois, utilizarem os Direitos Humanos para se impor, causando o conflito.

A segunda tensão ocorre entre o Estado e a sociedade civil. Em que há uma relação problemática, visto que, sua distinção é o resultado da luta política moderna. Nesse contexto, a tensão deixa de ser entre Estado e sociedade civil, para serentre interesses e grupos sociais de cada parte.

Por fim, a terceira tensão ocorre entre Estado Nação e globalização. Isso porque, esse Estado se enfraquece com o avanço da globalização, e a fragilização do Estado poderá ter como consequência a fragilização dos Direitos Humanos. Por isso, vale ressaltar, também, a necessidade de uma política progressista de Direitos Humanos legitimada, quealcance variadas forma de inclusão social, respeitando culturas distintas.


2.1 ACERCA DAS GLOBALIZAÇÕES

Não se deve falar apenas em globalização, mas em globalizações. Para esclarecer, globalização é um processo onde determinada entidade local estende a sua influencia por todo o globo, e ao realizá-lo, possibilita a designação de local outra condição social.

Dentro do termo globalização,há quatros modos de produção de globalização, sendo também quatro formas de globalizações.

A primeira forma é o localismo globalizado, que é definido como a globalização de um determinado fenômeno local- fast food.

A segunda forma de globalização é chamada de globalismo localizado, que consiste nos impactos específicos, causados pelo localismo globalizado, de práticas e imperativostransacionais nas condições locais.

A terceira forma é o cosmopolitismo, que é caracterizado pelo conjunto de iniciativas, que lutam contra qualquer forma de discriminação social, e contra os impactos causados pelo localismo globalizado e globalismo localizado.

A quarta forma de globalização é a emergência de temas, conhecida também como o patrimônio comum da humanidade. Essa quarta forma se baseia nostemas que interessam todos os países do planeta.

É importante destacar, também, que o localismo globalizado e globalismo localizado são a globalização de-cima-para-baixo, neoliberal ou hegemônica. E cosmopolitismo e patrimônio comum da humanidade são a globalização de-baixo-para-cima, solidária ou contra-hegemônica.


2.2 OS DIREITOS HUMANOS COMO ROTEIRO EMANCIPATORIO

Os Direitos Humanossão também conhecidos como direitos universais. Porém, na pratica, eles não exercem essa universalidade. Isso porque, esses direitos apresentam influencias de determinadas culturas dominantes. Pode-se perceber isso, ao analisar o conceito de universalidade-que se refere a um conjunto de pressupostos ocidentais liberais e, claramente diferenciados de outras concepções de dignidade humana.

Porisso, os Direitos Humanos serão sempre uma ferramenta do choque de civilizações. Para amenizar esse conflito, o objetivo principal da política emancipatória é transformar a pratica dos Direitos Humanos, de um localismo globalizado para uma pratica cosmopolita, como muitas pessoas e organizações tem feito, lutando pelos Direitos Humanos e, contra práticas excludentes de governos e de sociedade....
tracking img