Resumo livro: mentes perigosas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
MENTES PERIGOSAS: O Psicopata Mora ao Lado
Ana Beatriz Barbosa Silva

Trabalho solicitado para a disciplina de Psicopatologia II, do Curso de Psicologia da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.

Professor: João Luis Brunel

CRICIÚMA, xxxxxxxxxxx

A autora através do livro procura criar uma maneira de alertar os cidadãos acerca do que são os psicopatas, como eles agem, qual seuperfil, etc., com a finalidade de reconhecê-los e proteger-se deles. No livro a autora faz uso de vários casos baseados em histórias reais relatadas por vítimas de psicopatas, e em casos tratados com destaques na mídia. Os exemplos citados mostram comportamentos dos mais diversos níveis de psicopatia, desde os mais leves até os moderados e severos.
Mas o que é um psicopata? Com base no livroconclui-se que, um psicopata é um indivíduo que apresenta anormalidade congênita da personalidade, principalmente na área afetiva. É uma pessoa que tem baixa consciência afetiva, ou até mesmo a ausência da consciência afetiva. Não é um criminoso por natureza, mas possui ausência de culpa mesmo após cometer um crime. A consciência é um atributo que transita entre a razão e a sensibilidade.Metaforicamente falando, a consciência está entre a "cabeça" e o "coração”.
A psicopatia é uma psicopatologia que descreve um padrão de comportamento antissocial. Os psicopatas têm total ciência dos seus atos, a parte cognitiva ou racional é perfeita, ou seja, sabem perfeitamente que estão infringindo regras sociais. O déficit deles está no campo dos afetos e das emoções. Assim, para eles, tanto faz ferir,maltratar ou até matar alguém que atravessa o seu caminho ou os seus interesses, mesmo que esse alguém faça parte de seu convívio íntimo. Esses comportamentos são resultados de uma escolha exercida de forma livre e sem qualquer culpa. Seus sentimentos são absolutamente deficitários, pobres, ausentes de afeto e de profundidade emocional.
É importante saber que os psicopatas possuem níveisdiferentes de gravidade, sendo eles: leve, moderado e severo. Os primeiros se dedicam a trapacear, aplicar golpes e pequenos roubos, mas provavelmente não matarão suas vítimas. Já os últimos, fazem uso de métodos cruéis sofisticados, e sentem um enorme prazer com seus atos brutais. Seja qual for o grau de gravidade, todos invariavelmente, deixam marcas de alguma forma.
A Psicopatia geralmente é associadapela sociedade em geral, a pessoas violentas, com aparência de assassinas e que podem ser facilmente identificadas. Os psicopatas podem permanecer por muito tempo ou até uma vida inteira sem serem descobertos, pois ao contrário do que muitos pensam, eles são pessoas visivelmente comuns, e que enganam e representam facilmente.
Vale ressaltar que os psicopatas em sua grande maioria, não sãonecessariamente assassinos, pois, a maioria dos psicopatas nunca matou e jamais matará alguém, ou causará qualquer dano físico a quem quer que seja. Mas de acordo com a autora ninguém sai emocionalmente impune ao se relacionar com um psicopata. Eles podem arruinar empresas e famílias, provocar intrigas, destruir sonhos, mas a maioria não chega a cometer homicídios.
A autora cita no livro algumascaracterísticas presentes em psicopatas, como por exemplo, pessoas frias, insensíveis, manipuladoras, perversas, transgressoras de regras sociais, impiedosas, imorais, sem consciência e desprovidas de sentimento de compaixão, culpa ou remorso, porém também são charmosos, eloquentes, "inteligentes" e sedutores. Sendo que, não se deve generalizar tendo sempre em vista que casos variam de pessoa parapessoa e que o diagnóstico deve ser feito somente por profissionais da área da saúde.
De acordo com a classificação americana de transtornos mentais (citado no livro), a psicopatia ou Transtorno de Personalidade Antissocial, ocorre em cerca de 3% dos homens e 1% das mulheres. Em outras palavras dentre 25 pessoas, uma é psicopata, mas 96% das pessoas são "normais", ou seja, possuem um padrão...
tracking img