Resumo historia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 115 (28741 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha 1: Keylor (2001) Cap. 1
Grupo 1: Aline, Géssica, Gustavo Minella, Mariana Cruz, Michelle Alves, Ronney

Germany’s bid for European Dominance (1914 -1918)

O período de 1914 a 1945 foi comumente chamado de “A Guerra dos Trinta Anos” do Século XX. A participante central desse embate foi o Estado alemão – militarmente poderoso e economicamente avançado. As duas guerras mundiais foram emgrande escala o resultado de sua aspiração para alcançar a dominação da região geográfica onde estava localizado e a determinação de outras potências em coalizão a fim de impedir o sucesso alemão através de pressão diplomática em tempos de paz e força militar em tempos de guerra.
Os estudos de Fritz Fischer trazem uma grande quantidade de evidências de um programa agressivo de expansãoeconômica e aquisição territorial meticulosamente planejado e ativamente promovido por membros influentes da classe governante alemã desde o fim dos anos 1890 até o final da 1ª Guerra Mundial. Uma vez que as fontes dessa política externa agressiva podem ser encontradas na interação de suas forças domésticas, faz-se necessário uma breve revisão do contexto político, econômico e militar em que estavainserida a alemã imperial pré-guerra.
A estrutura política do Reich alemão, tendo por base a constituição federal de 1871, é mais bem caracterizada como uma monarquia parlamentar de fachada que na verdade era controlada pela aristocracia reacionária, militarista e detentora de terras prussiana. As políticas dos sucessivos governos alemães receberam o apoio ativo ou tácito de seus principais partidospolíticos.
A estrutura política da Alemanha imperial era reforçada por duas características principais do sistema econômico alemão que se distinguia acentuadamente dos sistemas econômicos de outras nações industrializadas. A primeira característica era o significativo grau de cooperação entre interesses agrícolas centrados no Leste da Prússia e os interesses comerciais, industriais e financeiros doOeste. A Revolução Industrial alemã foi caracterizada por uma relação de conveniência entre agricultura de larga escala e indústria pesada, promovendo a expansão desta sem ameaçar a posição socioeconômica daquela. Ambos os setores do sistema econômico alemão buscavam e se beneficiavam das políticas protecionistas inauguradas pelo governo em 1879.
A segunda característica marcante da economiaalemã na virada do século era a extensão da sua concentração e centralização. Os setores chave da indústria pesada (ferro, aço, carvão, armamentos, produtos químicos e elétricos) eram dominados por algumas empresas gigantes que haviam adquirido um grau de controle sob a produção e distribuição inigualável no mundo industrial daquele período. A formação de cartéis na indústria pesada foi efetivamentepromovida pelo governo imperial por meio de uma diversidade de subsídios públicos e legislação protecionista. Ao mesmo tempo, o sistema financeiro alemão passava por um processo similar de concentração.
Esta concentração formidável de poder econômico que unia a indústria pesada, a agricultura em grande escala e o alto setor financeiro em uma estreita parceria com o governo produziu um rápidodesenvolvimento econômico nos 25 anos precedentes à 2ª Guerra Mundial. Uma comparação com as nações industrializadas revela que a Alemanha tinha se distanciado das rivais continentais e superado a Grã-Bretanha como o poder econômico mais produtivo da Europa. Mas o futuro desse dinamismo econômico parecia ameaçado por uma estatística reveladora.
Entre 1897 e 1912, enquanto o valor das exportaçõesalemãs aumentavam 185,4% por ano, o valor das importações cresceram 243,8%. Esse crescimento dramático em importações, que ultrapassava o de qualquer outro país industrializado, mostrava que a prosperidade alemã estava se tornando criticamente dependente de matérias primas industriais e alimentos estrangeiros. Igualmente perturbadora era a mudança na direção do comércio exterior alemão da Europa...
tracking img