Resumo economia brasileira

Economia Brasileira

Rodolfo da Silva Alonso

Resumo Capítulo 1 – A empresa Mercantil, colonial e escravocrata(Economia Brasileira, Lacerda;Antônio Corrêa de, Saraiva)

No sec. XVI aPenínsula ibérica era um dos agentes mais dinâmicos do capitalismo comercial, o Brasil de domínio Português foi inserido na empresa mercantil e figurava como uma das peças centrais do mosaico criadopelos portugueses.
A acumulação primitiva gerada nas colônias determinou um dos veios mais significativos da acumulação geral do capitalismo. O Brasil participou e virou um pólo exportador deriquezas para a Europa e depois veio a constituir a Matriz da estrutura colonial do país.
Há 03 casos de construção do modo de produção capitalista: Clássico,Prussiano e o Colonial.
Os paíseslideres do capitalismo desenvolveram seus modos pela via clássica.A via Prussiana foi seguida pelos países de industrialização retardatária enquanto a via Colonial somava o atraso democrático, econômicosendo que existem algumas semelhanças entre o modo prussiano e colonial.
Os textos clássicos falam sobre a ocupação territorial durante a colonização da América com base na divisão entrecolônias de povoamento e de exploração
As colônias de povoamento caracterizavam-se pelo povoamento, era a busca de um novo lar por pessoas que queriam fugir dos conflitos internos da Europa.
Já ascolônias de exploração centravam- se na produção de gêneros que interessavam ao mercado internacional, devido a grande diversidade obteve-se vários tipos de gêneros diferentes e atrativos consideradosartigos de luxo como, por exemplo, o açúcar pois produtos como este traziam altas taxas de retorno.
A idéia de povoar as terras Brasileiras não surgiu de imediato mas sim quando começou a surgirdisputas de novos aventureiros de além mar, então veio a necessidade da ocupação efetiva do solo e construção de laços para estabelecimento de feitorias.
A notícia de existência de riquezas...
tracking img