Resumo de economia brasileira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1053 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo de Economia Brasileira Capitulo 3 e 4

Capítulo 3 A economia cafeeira

No inicio do século passado não ouve nenhuma crise mais seria de escassez de mão de obra, e só foi resolvida em 1870 com a imigração européia. Sendo assim a Lavoura de café teve condições de crescer, e seus métodos rudimentares eram adequados.

3.1 O comercio de café e o crédito agrícola
Os comerciantestinham uma grande importância, os chamados comissários de café eram os responsáveis por comercializar o café, nas chamadas praças em Santos e no Rio de Janeiro. O que diferenciava um comerciante comum de um de café, eram:

a- Realizar seus lucros, com a venda do produto;
b- Obter os recursos financeiros necessários á produção

O autofinanciamento não se deu, apesar de ser assim que umaatividade capitalista se mantém, até o século XIX. Esse recursos financeiros são importantes por se tratar de uma cultura permanente que exige um período longo de formação, e seu retorno era tardio, e as exigências do tratado de cafezal, a lavoura exigia muito capital de giro para sua operação.

2. Esgotamento do sistema de financiamento da economia cafeeira
O sistema de credito era flexível eadequado, mas só se a colheita fosse pequena, ou se a cotação do produto fosse baixa nos mercados internacionais, e o preço no mercado interno, era comum postergar o pagamento. O comissário tinha vantagens mesmo não tendo lucro no repasse, mas assegurava para si a colheita do fazendeiro onde a comercialização lhe proporcionava lucro.


3.3 A questão da mão de obra

A mão de obra assalariadarepresentou a primeira fase do capitalismo no Brasil, a formação de mercado de trabalho, após a falência do sistema escravista. No sudeste área com o desenvolvimento mais intenso, a mão de obra vinha dos imigrantes, embora o grande contingente em potencial de trabalhadores brasileiros natos.
Uma investigação referente aos recursos de mão de obra feita em 1882 mostrou que cinco milhões de pessoasentre 13 a 45 anos que viviam no Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Pernambuco e Ceara 651 mil ou 13% eram escravos, o numero de pessoas livres era 1,4 milhões ou 29% , 58% de toda a população apta para o trabalho, foram classificados como indivíduos sem ocupação certa.

Em 1888 a abolição da escravatura somada a uma serie de cataclismos sociais e econômicos, como a seca no nordesteem 1877-1879 ou decadência dos cafezais, resultaram no aumento do numero de pessoas sem fonte de renda permanente, nesse período é que surgem as favelas no Rio de Janeiro e em outras cidades do Brasil.

A liberdade dos escravos não os transformou em operários assalariados, apenas deu essa possibilidade.







Capítulo 4 Origens da Industria

4.1 Consolidação das condições para odesenvolvimento industrial
Esse processo de transição de produção capitalista foi doloroso para os paises atrasados, e longas de diversas formas econômicas, as quais tinham elementos de relação de produção arcaicas e modernas. No Brasil a economia capitalista e as outras que se desenvolviam paralelamente absorviam apenas uma parte da mão de obra, devido ao superpovoamento agrícola e á deterioraçãodas formas anteriores. No final do século XIX se observou o aparecimento da mão de obra assalariada, mas também o acumulo de riquezas.

2. A formação da Industria
A partir do século XIX mas precisamente em 1885 o foco no Brasil era a produção industrial, isso contribui para o surgimento da mão de obra assalariada, originada pela imigração e o fim da escravidão, e o fim das estruturaspré-capitalistas.

Mais isso ajudava a mudar também a ideologia das classes dominantes, que agora defendiam um pais industrializado, e não mais agrícola.

3. A classe industrial
O Barão de Piracicaba construiu em São Paulo a primeira fabrica têxtil moderna, com cerca de 30 teares, com apenas 60 operários, mas isso foi apenas um pequeno passo, logo seu filho iria abrir outra fabrica, mas com...
tracking img