Resumo do texto toc na cuca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (603 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
“ISSO NÃO TEM LÓGICA”

CONCRETO X DIFUSO

CONCRETO as coisas do lado concreto tem um perfil definido de certo ou errado. O pensamento concreto é mais lógico, preciso, exato, específico econsistente. O pensamento o concreto se concentra nas diferenças. O pensamento é mais utilizado na fase prática.

X

DIFUSO do lado difuso, podem existir muitas respostas certas. Opensamento difuso procura semelhanças e conexões entre as coisas. O pensamento difuso é muito eficaz na fase da germinação. Existem dois momentos importantes no desenvolvimento de novas idéias: a fasegerminativa e a fase prática.

FASE GERMINATIVA: As idéias são geradas e manipuladas.

FASE PRÁTICA: As idéias são avaliadas e executadas.

A lógica só pode abranger as coisasque tenham uma natureza consistente e não contraditória, mas é pequeno o número das coisas que podem ser pensadas de forma lógica. Existe uma outra razão que explica os bloqueios mentais, que são astecnologias da época, que no nosso caso seria o computador.

Esse modelo serve bastante para descrever certos aspectos do nosso pensamento, a mente certamente não é só um computador que processainformação. Existem inúmeras maneiras de corretas de se modelar a mente, todas dependem do que realmente é importante para nós.

A chave do pensamento metafórico é a similaridade, é assim queo nosso pensamento cresce: compreendemos o que é estranho a partir das semelhanças que possua com o que é familiar.

“É PROIBIDO ERRAR” Quase todo mundo acha que sucesso e insucesso sãoopostos, quando na verdade são conseqüências do mesmo processo. Uma atividade que produz acertos também pode produzir erros, é exatamente a mesma coisa com o pensamento criativo, a energia que gera boasidéias criativas também resulta em equívocos. Ter o pensamento de que não se pode errar, leva a padrões altamente conservadores, que visam evitar o estigma que a sociedade coloca no “fracasso”. Do...
tracking img