Resumo do livro Palavra, Poder e Ensino da Língua

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1217 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de outubro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Capítulo I - O Estranho poder das palavras
Desde os tempos antigos os símbolos sempre foram um elemento muito importante para a comunicação. Alguns autores afirmam que a palavra é como nós, possui uma personalidade e que o nome de uma pessoa diz muito sobre ela, sobre a sua alma. Antigamente, alguns povos possuíam toda uma tradição com relação à palavra. Eles evitavam chamar o nome de Jeová,não colocavam o nome de seu deus em coisas ou objetos, por uma questão de reverência e respeito.
Hoje percebemos que algumas dessas tradições do mundo antigo estão entre nós, dos mais intelectuais aos mais carentes de informação. Um desses exemplos é o tabu verbal, que é percebido quando evitamos falar uma palavra ou expressão, ou porque ela é considerada sagrada no caso da palavra Deus, ou noscausa medo ,como a palavra diabo, ou até mesmo porque achamos seu sentido impróprio, como os palavrões. Percebemos então que normalmente a palavra é substituída por outras parecidas, sendo então privado o direito de falá-la.
A palavra exerce um grande poder sobre nós, direta ou indiretamente, ainda que não percebamos.

Capítulo II - Ideologia e Discurso Pedagógico

O discurso pedagógico dasnossas instituições tornou-se um conjunto de expressões e conceitos tão "sagrados" quanto vagos e ambíguos, atualmente tem sido um discurso autoritário, onde nós alunos somos os ouvintes e o professor é o locutor. Os livros didáticos são os reprodutores de toda uma ideologia, trazem impressos em suas páginas textos que nem ao menos condizem com o contexto e processo histórico, retratando "realidadesinexistentes", jogando tudo em cima do aluno como se fossem verdades irrevogáveis. Como se não bastasse, todos os exercícios propostos apenas reforçam a ideia passada pelo autor, deixando o senso crítico do aluno bem distante de ser utilizado ou desenvolvido.

Capítulo III - Linguística e Ensino da Língua Materna

O ensino da língua é baseado principalmente na gramática tradicional, agindosempre com uma atitude normativa, como falar de forma correta a língua. Saussure diz que a língua é um sistema que a linguística toma como um objeto de estudo sendo atrelada no formalismo e ao funcionalismo, onde o formalismo tem como função estudar as organizações das palavras como sua estrutura e o funcionalismo estudar os contextos da frase tudo que ela quer exprimir para o leitor ou ouvinte. Alíngua possui um papel fundamental na sociedade  quando se trata de comunicação, a língua esta em constante mutação, variando-se sócio-culturalmente em um determinado povo, comunidade ou sociedade. É necessário que as duas colaborem entre si para que assim o aluno tenha um melhor aprendizado e também sejam banidos certos preconceitos.

Capítulo IV - Ideologia e Ensino da Língua

O aluno tornou-semero ouvinte na sala de aula no decorrer dos anos, o professor passa o que sabe e o aluno ouve sem questionar, o círculo vicioso que ronda as salas de aula hoje é esse. Não há mais senso crítica, não há mais atividades que desenvolvam o senso crítico do aluno. O professor é o reprodutor de informações e verdades absolutas, o que deveria ser o "ensinar a pensar" não passa de práticas planejadas quedevem ser ouvidas e cumpridas. Cortaram-se as asas aos longos dos anos, daqueles que serão o futuro.
A gramática é ensinada de forma rígida e o preconceito com quem não aprende-a de forma completa é visível. Sabemos que há muito que aprender e para isso é necessário investirmos na educação através das leituras, pesquisas compreensão de texto e demais formas que ajudam no aprimoramento doconhecimento, mas hoje somos ensinados apenas a reproduzir textos em nossos cadernos e não, de fato, interpretá-los e questioná-los.

Capítulo V - Gramática e Gramatiquice

Na gramática  o falante tem a liberdade de expressar sua falas sem se preocupar com regras e a gramatiquice por ser mais opressora requer do falante mais limitações onde o mesmo poderia falar somente de forma correta...
tracking img