resumo do filme controle absoluto

Dados Estatistícos
Resumo
Para se implantar programas de prevenção adequados sobre o uso de drogas psicotrópicas numa determinada população, é
necessário, antes de tudo, conhecer-se a realidade desse consumo.
Embora o Brasil já tenha um número significativo de informações sobre o consumo de drogas psicotrópicas, carece, ainda, de dois
fatores essenciais para se empreender programas deprevenção efetivos: a ampliação e a atualização dessas informações.
Em maio de 2001, o Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas (CEBRID), em parceria com a Secretaria Nacional Antidrogas
(SENAD) realizou o I LevantamentoDomiciliar Sobre o Uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil, ambicioso projeto que envolveu cerca de
300 pessoas, entre consultores, coordenadores, supervisores, aplicadores e equipetécnica do CEBRID.
OBJETIVOS
O objetivo principal da pesquisa domiciliar de caráter nacional sobre o consumo de drogas foi estimar, pela primeira vez no país, a
prevalência do uso ilícito de drogas, de álcool, de tabaco e o uso não médico de medicamentos psicotrópicos, além de esteróides
anabolizantes.
Outros Objetivos:
Estimar o número de pessoas dependentes de drogas, de álcool e detabaco.
Percepção da população sobre:
• facilidades em se conseguir drogas;
• tráfico de drogas;
• pessoas sob efeito de álcool/drogas;
• riscos graves de se usarem certas drogas;
Verificar quantas pessoas se submeteram a tratamentos pelo uso de álcool/drogas.
Complicações decorrentes do abuso de álcool/drogas.

METODOLOGIA
A pesquisa domiciliar sobre consumo de drogas foi planejada paracolher informações em âmbito domiciliar, sendo que a amostra
foi sorteada aleatoriamente.
O universo estudado correspondeu à população brasileira residente nas cidades com mais de 200 mil habitantes, na faixa etária
compreendida entre 12 e 65 anos de idade.
Os aplicadores da pesquisa receberam treinamento para homogeneizar os procedimentos de abordagem das residências e dos
entrevistados, além dotreinamento específico sobre a aplicação e conhecimento sobre o questionário, que incluiu aulas sobre drogas
psicotrópicas.
Foi utilizado como instrumento o questionário do SAMHSA (Substance Abuse and Mental Health Services Administration) do U.S.
Department of Health and Human Services Public Health Service, que foi traduzido e adaptado para as condições brasileiras.
Basicamente, oquestionário abordava: os detalhes da pesquisa; uma classificação do uso na vida para as diferentes drogas
psicotrópicas; detalhamento de cada uma das drogas que já tivessem sido usadas pelo entrevistado; questões gerais sobre o uso
injetável de drogas, além de opiniões sobre os riscos do uso de diferentes freqüências de uso; critérios da síndrome de dependência de
drogas, tais como: uso de quantidadesou em freqüências maiores do que se pretendia, tolerância, compulsão; possíveis tratamentos já
feitos pelo entrevistado; questões sobre complicações decorrentes do uso de drogas; e dados sociodemográficos do entrevistado, entre
eles: idade, sexo, cor, classe social, peso e altura para análise de um aproximado I.M.C. (Índice de Massa Corporal).
Para estimar dependência, o método utilizado foibaseado em seis itens que incluem:
Gastou grande parte do tempo para conseguir drogas, usá-las ou para se recobrar dos efeitos.
Usou quantidades ou em freqüências maiores do que pretendia.
Tolerância (mais quantidade para produzir os mesmos efeitos).
Riscos físicos sob efeito ou logo após o efeito de drogas (por exemplo: dirigir, pilotar, usar máquinas, nadar, etc.).
Problemas pessoais por causadas drogas (tais como: com familiares, com amigos, no trabalho, com a polícia, emocionais ou
psicológicos).
Desejo de diminuir ou de parar o uso de determinada droga.
Os respondentes foram definidos como dependentes de alguma substância, caso respondessem afirmativamente, pelo menos, a
dois dos critérios acima citados.
RESULTADOS
Os Resultados foram Apresentados em Oito Seções:
A –...
tracking img