Resumo do consorcio modular da volkswagen brasil.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (927 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do consorcio modular da Volkswagen Brasil.



A Volkswagen do Brasil começou com essa engenharia de produção, porque ela se sentiu excluída do mercado de fabricação de veículos de grandeporte como caminhões e ônibus, mas também houve mudanças na fabrica de carros também. Para alcançá-lo, utilizou-se uma abordagem exploratória na Volkswagen nas unidades de Resende e São
Bernardo doCampo.

A montadora olhando que suas fabricas estavam ultrapassadas percebeu que podia mudar a cara da empresa no mercado mundial, com baixos custos, agregando valores aos produtos, inovar processose gestão entre as muitas iniciativas tomadas.

Ela começou tudo com a escolha de empresas multinacionais e nacionais para compor o que ela chamava de Consorcio Modular, em que ela convidava essasempresas e fornecedores a se torna como parceiros na fabricação e montagem de seus produtos (no caso caminhões). Nessa parceria, os riscos e os investimentos foram compartilhados, em que “A Volkswagen éresponsável pelo edifício, enquanto os parceiros são responsáveis pelos móveis”, como diz Roberto Barretti, diretor geral da planta na época.

Lembramos que a Volkswagen não tinha tradição naconstrução de caminhões e ônibus, que foi ai que ela se uniu com a Ford e criaram a chamada Autolatina. Mas essa união não durou muito tempo e a Volkswagen se sentiu estranha dentro da fabrica da Ford, noentanto, conflitos e divergências de cunho estratégico; além da turbulência advinda do rápido processo de internacionalização da produção de automóveis, não permitiram que a parceria fosse adiante e,em 1994, iniciou-se o processo de dissolução da Autolatina, completando assim o processo de separação em 1996 pelos os seus respectivos donos.

Mas a Volkswagen tinha um desafio, mas que não eraapenas construir fisicamente uma nova fabrica e redesenhar a cadeia de suprimentos, mas também recuperar, renovar ou estabelecer relações com os fornecedores de peças e componentes para caminhões e...
tracking img