Resumo de o principe de maquiavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1344 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Pará
Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Faculdade de Ciências Sociais
Disciplina: Fundamentos Filosóficos
Docente: João Batista
Discentes: Arthur Coroa

Análise do livro de Nicolau Maquiavel:
O Príncipe

BELÉM
2012
Introdução:
Este trabalho tem como objetivo analisar o livro o Príncipe de Nicolau Maquiavel para poder dar um entendimento, de uma formadetalhada, sobre as idéias que o autor queria passar e sobre os motivos que o levarão a escrever este livro, a situação do autor, seu contexto histórico, entre outros fatores que iremos discorrer mais adiante.
Maquiavel:
Nicolau Maquiavel(Niccolò Machiavelli) nasceu em florença na itália, seguiu varias profissões como diplomata, músico e historiador, é reconhecido como um marco na história daciência política, pois escreveu de forma suscinta sobre o Estado e sobre Governos, porém, quebrou barreiras pré-existentes, pois ele não escrevera a política como ela devia ser, ou como ela habitava no imaginário ideológico da maioria dos pensadores, Maquiavel escrevera sobre a política como ela realmente era, pois era um estudioso e tendo vivido a política, por ter trabalhado nesta área, ele crioupoucas teorias e encheu seu livro de experiências vividas e relatos históricos.
Pouco se sabe da juventude de Maquiavel, relatos diferentes contam como ele teria entrado na Chancelaria, ponto de onde ele começara a viver a política, ele cuidava justamente da Segunda Chancelaria, que era responsável por assuntos internos e Guerras, de forma que sua experiência em analisar fatos da real políticacomeçaria ai.
Maquiavel analisa a humanidade e a forma de governo misturando sua experiência de vida com a história que ele estudava, ele não afirmava que um governo seria perfeito, ou que uma determinada sociedade estaria sempre evoluindo, pelo contrário, ele afirmava que toda sociedade passaria por um tempo cíclico, não existindo assim um progresso da humanidade, existindo na verdade umnascimento, um crescimento, um apogeu, um declínio e uma morte.
O príncipe:
Antes de entrarmos no livro em si, vale lembrar que ele não foi feito por acaso, não partiu de uma simples inspiração de Maquiavel para com a política moderna, entre outras coisas. Maquiavel, ao se ver em uma situação que ele mesmo não apreciava, escreveu este livro para dar de presente para o magnífico Lourenço de Médici,pois como se consta em algumas cartas e textos escrito por maquiavel, após sofrer uma perseguição política por acharem que ele era um conspirador, foi morar em uma residência simples da família, perdia os dias em bebedeiras e jogos, porém, sentava em uma sala que parecia um escritório, botava suas vestes nobres e estudava, pensava, analisava, discutia com os autores dos livros que lia, para que assimbotasse em prática uma das coisas que ele mais gostava de fazer, e a justificativa deste livro seria uma tentativa de fazer com que ele retornasse a vida política.
O livro O príncipe de Maquiavel foi um grande marco na história da Ciência Política mundial, pois este cria novos conceitos, quebra barreiras e mostra a realidade para todos, tanto para o povo, como para o Príncipe, com o títulooriginal de de Principatibus,( O Principado), ele irá discorrer sobre idéias, teses, conceitos, sobre o que um príncipe deve fazer para conquistar e se manter no poder, pois algumas coisas seriam facéis de se realizar, outras viriam de forma difícil, e o que Maquiavel tambem analisa é se o Príncipe tem sorte, pois esta conta muito como ajuda para um reinado tranquilo e prospero.
Maquiavel escreveeste livro em 1513, porém, a primeira edição será publicada apenas em 1532, livro este que ficará conhecido como um dos tratados mais cruciais na vida política, pois ela permitirá que conheçamos a política como ela é realmente realizada, já que esta dá conceitos de Estado e Governo como realmente são na prática, não na ideologia que muitos pensadores escrevem.
Maquiavel escreve em seu livro...
tracking img