Resumo da apostila de fundamento de economia parte 1 cap 2 e 3

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1511 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Capítulo2
Precursores da teoria econômica
Antiguidade
Grécia Antiga, primeiras referências da Economia aparecem no trabalho de Aristóles (384-322 a.C). Economia (oikonomia), termo aparentemente cunhado por Aristóteles, em seus estudos sobre aspectos de administração privada e sobre finanças públicas, Também encontramos algumas considerações de ordem econômica nos escritos de Platão (427-347a.C) e de Xenofonte (440-335)
Mercantilismo
Primeira escola econômica (séc. XVI). Não representava um conjunto técnico homogêneo, mas, tinha acumulação de riquezas de uma nação. Continha primcípios como fomentar o comércio exterior e entesourar riquezas.
A política mercantilista estimulou guerras, exacerbou o nacionalismo e manteve a presença do Estado na economia.
Fisiocracia
Escola depensamento francesa que elaborou trabalhos importantes. Os fisiocratas sustentavam que a terra era a única fonte de riqueza e que havia o universo era regido por leis naturais, imutáveis e universais, desejadas por Deus para felicidade dos homens. O trabalho de maior destaque foi do dr. François Quesnay, autor da obra Tableau Économique (o primeiro a dividir a economia em setores, mostrando a relaçãoentre eles), que foi aperfeiçoado e transformou-se no sistema de circulação monetária input-output, (séc XX, ANOS 1940), através do economista russo naturalizado americano, Wassily Leontief, da Universidade de Harvard.
A Fisiocracia surgiu em reação ao mercantilismo.
Clássicos
Adam Smith (1723- 1790)
Considerado percursor da moderna Teoria Econômica colocada como um corpo teórico própriosistematizado, Smisth já era renomado, quando publicou sua obra. A riqueza das Nações em 1776.
Em sua visão harmônica do mundo real, Smith entendia que a atuação da livre concorrência, levaria a sociedade ao crescimento econômico, como que guiada por uma “mão invisível”. Ele defendia o liberalismo. O Estadona economia deveria apenas corresponder à proteção da sociedade
Considerava-se que a causa dariqueza das nações era o trabalho humano (teoria do valor do trabalho).
Para Adam a produtividade decorre da divisão de trabalho, e essa por sua vez decorre da tendência inata da troca que finalmente, é estimulada pela ampliação dos mercados.
David Ricardo (1772-1823)
Outro expoente do período clássico. Partindo das idéias de Smith desenvolveu alguns modelos econômicos com grande potencialanalítico.
Sua análise de distribuição do rendimento da terra foi um trabalho seminal de muitas da idéias do chamado período neoclássico
A resposta dada por Ricardo a essas questões constitui importante contribuição à teoria do comércio internacional, chamada de teoria das vantagens comparativas
A maioria dos estudiosos considera que os estudos de Ricardo deram origem as duas correntes antagônicas: acorrente neoclássica, por suas abstrações simplificadas, e a corrente marxista, pela ênfase dada ´q questão distributiva e aso aspectos sociais na repartição da renda da terra
John Stuart Mill (1806-1873)
Sintetizador do pensamento clássico, avança ao incorporar mais elementos institucionais e ao definir melhor as restrições , vantagens e funcionamento de uma economia de mercado
Jean-BaptiseSay (1768-1832)
O francês retomou a obra de Adam Smith
Popularizou a chamada lei de Say. “a oferta cria sua própria procura”
Thomas Malthus (1766-1834)
Primeiro economista a sistematizar uma teoria geral sobre a população.
Para Malthus, a causa de todos os males da sociedade residia no excesso populacional: enquanto a população crescia em progressão geométrica, a produção de alimentos seguiaem progressão aritmética.
A teoria neoclássica
Teve início na déc. De 1870 e desenvolveu-se a té as primeiras déc do séc XX
O s neoclássicos sedimentaram o raciocínio matemático explicito inaugurado por Ricardo, procurando isolar os aspectos econômicos dos aspectos da realidade social
Alfred Marshal (1842-1924)
Um grande destaque dessa corrente. Seu livro Princípios da economia (1890)...
tracking img