Resumo astecas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1514 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Os
Astecas
Aspectos
Culturais

Mitos e Lendas - Criação
• Nanahuatzin (um pequeno deus, humilde e pobre, usado
como metáfora do povo asteca acerca de suas origens),
se lançou na fogueira e converteu-se no Sol.
• Tecuciztecatl, que retrocedeu ao início,vendo o ato,
sentiu coragem, e decidiu se jogar, transformando-se na
Lua.
• Os dois astros continuaram inertes e era indispensávelalimentá-los para que se movessem. Então outros
deuses decidiram sacrificar-se e dar a "água preciosa",
necessária para criar o sangue. E é por isso que os
homens são obrigados a recriar eternamente o sacrificio
divino original.

O Apocalipse
• Acreditavam que haviam existido quatro mundos antes do
universo atual. Esses mundos ou “sóis” tinham sido
destruídos por catástrofes. O mundo atualera o “Quinto
Sol”.
• “Primeiro Sol” (nahui-océlotl) – mundo exterminado por
jaguares.
• “Segundo Sol” (nahui-ehécatl) – humanidade transformada
em macacos por um furacão mágico provocado pelo deus
Quetzalcóatl.
• “Terceiro Sol” (nahui-quiahuitl) - uma chuva de fogo pôs
fim a esse mundo.
• “Quarto Sol” (nahui-atl) - gigantesca inundação que durou
52 anos.
• “Quinto Sol” (nahui-ollin) –recriado pela bondade de
Quetzalcóatl, que resgatou do inferno os ossos dos mortos e,
regando-os com seu próprio sangue, restaurou-lhes a vida.

CHICOMOZTOC, A MARCHA
PARA O SUL
• Saíram de Aztlán conduzidos por quatro
saderdotes e guiados pelo deus Huitzilopochtli,
em busca do lugar prometido, onde uma águia
pousada sobre um cacto, devorava uma
serpente.
• 1325 d.C. perto de umailhota do lago Texcoco
que o símbolo profetizado apareceu.
• Chamaram-na Tenochtitlán.

Águia pousada no cacto,
devorando uma serpente.

Chicomoztoc

Cosmologia / Universo

• O universo tinha a forma de uma cruz. Com cada um
dos quatro pontos cardeais, relacionava-se uma cor,
uma ou mais divindades e cinco signos do calendário
divinatório, inclusive um “mensageiro do ano”.
• Norte: opaís das trevas, reinava o deus Mictlantecuhtli.
• Sul, “o país das espigas” e da seca.
• Leste, o paraíso da abundância tropical do deus Tlaloc.
• Oeste, o jardim Tamoanchan e as divindades femininas
• Centro, o deus do fogo, Huehuetéotl, da mesma forma
que o fogo ocupava o centro da casa.
• Em cima da Terra, se encontram 13 céus, o mais
elevado dos quais, é a morada do “Casal Supremo”.
•Abaixo da Terra estão os nove infernos de Mictlan, com
outros tantos rios que as almas dos mortos devem
atravessar.

Religião Asteca
• Eram politeístas.
• Religião simples, principalmente astral foi enriquecida e
completada sob efeito de seus contatos com os povos
sedentários e civilizados do centro. À medida que
ampliavam o império, anexavam deuses e ritos de tribos
longínquas.
•Religião era uma atividade coletiva necessária à salva
guarda econômica e social das tribos.
• O sacerdote tinha papel decisivo nos rituais religiosos. “Eles
estavam encarregados da elaboração dos ritos religiosos e
tinham conseguido concretizar, no espírito dos fiéis, o
sentimento do poder e da proximidade dos deuses, o ponto
que em todas as artes desses povos revestia uma expressãoreligiosa”.

Sacrifícios Humanos
• Era preciso garantir ao Sol, à Terra e a todas
divindades a “ água preciosa”, sem a qual a
engrenagem do mundo deixaria de funcionar: o
sangue humano. Dessa noção fundamental decorrem
as guerras sagradas e a prática de sacrifícios
humanos.
• O Sol exigia sangue: os próprios deuses tinham
dado o seu; depois os homens, sob suas ordens,
haviam exterminado asserpentes das nuvens do
Norte. A única exceção foi Quetzalcoatl, que nada
desejara sacrificar senão borboletas, pássaros e
serpentes.

• As vítimas mais freqüentes eram os prisioneiros de guerra.
Outras, eram obtidas entre os escravos. Outros ainda, eram
designados pelos sacerdotes de acordo com métodos pouco
conhecidos e se prestavam voluntariamente aos rituais e a
morte.
• O processo...
tracking img