Resistencia de bidens

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2742 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESISTÊNCIA DE Bidens pilosa e Bidens subalternans
A HERBICIDAS INIBIDORES DA ALS
Embora o controle das plantas daninhas possa ser feito pelos métodos cultural, biológico, físico, mecânico e químico, em se tratando de cultura típica de médias e grandes propriedades, o método químico vem sendo amplamente adotado, em razão da pronta disponibilidade de herbicidas e da economia de mão-de-obra,além da rapidez da aplicação (Burnside, 1992; Melo Filho et al., 1996; EMBRAPA, 1998). Dentre os herbicidas atualmente disponíveis para a cultura da soja, os inibidores da acetolactato sintase (ALS) aparecem com grande destaque, não só em virtude do número de opções voltadas para essa cultura, como também pela eficiência apresentada no controle das principais espécies infestantes (EMBRAPA, 1998;Rodrigues & Almeida, 1998).
A acetolactato sintase (ALS) é o local de ação dos grupos de herbicidas sulfoniluréias, imidazolinonas, triazolopyrimidinas e pirimidil thiobenzoatos. A ALS é a primeira enzima na biossíntese dos aminoácidos valina, leucina e isoleucina, catalisando duas reações paralelas: condensação de 2 moles de piruvato, para formar acetolactato; e condensação de 1 mol de piruvatocom 1 mol de 2-oxibutirato, para formar aceto-hidroxibutirato (Eberlein et al., 1997). Estes herbicidas têm ganhado popularidade na comunidade agrícola devido à eficácia no controle de várias espécies de plantas daninhas, às baixas doses recomendadas, à baixa toxicidade aos mamíferos e à seletividade a várias culturas.
A seletividade destes herbicidas em algumas culturas, como soja (Glycine max(L) Merrill), é baseada principalmente na habilidade das plantas em metabolizar o herbicida rapidamente em formas não-tóxicas (Sweester et al., 1982). Do mesmo modo, várias espécies de plantas daninhas, como Echinochloa crus-galli (L) Beauv, Solanum nigrum (L) e Sorghum halepense (L) Pers, são naturalmente tolerantes a certos inibidores da ALS pela inativação metabólica (Hutchison et al., 1984).
Noentanto, as constantes e repetidas aplicações desses herbicidas têm exercido grande pressão de seleção, reduzindo ou eliminando a população suscetível, possibilitando assim o aumento de espécies tolerantes ou a manifestação de biótipos resistentes que provavelmente já existiam na comunidade, porém em frequência bastante baixa (Holt & Le Baron, 1990; Vidal & Fleck, 1997).
As plantasdaninhas resistentes aos herbicidas inibidores da ALS têm-se tornado um problema crescente em vários países. O primeiro caso registrado de resistência foi relatado por Mallory-Smith et al. (1990) e Primiani et al. (1990), que identificaram biotipos resistentes de Lactucca serriola e Kochia scoparia em áreas cultivadas por trigo, nos Estados Unidos apenas cinco anos após a liberação comercial doherbicida chlorsulfuron. Atualmente há problemas de resistência em cerca de 53 espécies de plantas daninhas em várias regiões do mundo, como Amaranthus rudis (Lovell et al., 1996; Foes et al., 1998), Galium spurium (Hall et al., 1998), Sisymbruim orientale (Boutsalis & Powles, 1998), Bidens pilosa (Ponchio, 1996; Christoffoleti et al., 1997), Euphorbia heterophylla (Gazieiro et al., 1998 ) eStellaria media (Kudsk et al., 1995).
Duas das mais importantes espécies que adquiriram resistência aos herbicidas inibidore da ALS são Bidens pilosa e Bidens subalternans, espécies estas que apresentam características morfológicas e habitat de desenvolvimento muito semelhante (Kizzman & Groth, 1999).
O primeiro relato de resistência envolvendo a espécie Bidens pilosa ocorreu em 1996(Christoffoleti, 1996), já para a espécie Bidens subalternans ocorreu em 2000 (Monqueiro, 2000).
Bidens subalternans ocorre freqüentemente no Estado do Paraná (Gazziero et al., 1998a). Essa espécie, em regiões quentes, chega a produzir três a quatro gerações, no período de um ano. Segundo Kissmann & Groth (1993), trata-se de uma planta nativa da América do Sul, com ciclo de vida anual e muito parecida...
tracking img