Resenha - a filosofia na alcova

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1435 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha: “A Filosofia na Alcova”
de Marquês de Sade

Donatien Alphonse François, o célebre Marquês de Sade, nasceu em Paris em 1740. De origem aristocrática, foi educado com seu tio, o abade de Sade, libertino e voltairiano estudioso que exerceu uma grande influência sobre ele. Terminou seus estudos em 1754 no Lycée Louis-le-Grand em Paris e ingressou na Escola de Cavalaria, onde em 1759obteve a patente de capitão no regimento de Borgonha e participou da Guerra dos Sete Anos.
Sade era adepto do ateísmo e era caracterizado por fazer apologia ao crime e afrontas à religião dominante, sendo, por isso, um dos principais autores libertinos. Em 1763, deixou o exército e casou-se "por conveniência", com Renee Pelagie Cordier de Launay de Montreuil, filha de um novo rico em Paris. Suaprimeira prisão, pelo crime de atos de perversão sexual em uma mulher, blasfêmia e profanação da imagem de Jesus Cristo, vem apenas quatro meses após seu casamento.
Marquês alternava períodos de libertinagem e encarceramento. De prisão em prisão, vai escrevendo suas peças, inicialmente apenas libertinas, mas com o tempo assumindo um caráter cada vez mais político. Apesar pertencer à nobreza, aderiuà Revolução Francesa, porém, o título pesou e Sade foi acusado de ser moderado demais, escapando da guilhotina graças à queda de Robespierre.
Em suas obras, o autor, como livre pensador, usava-se do grotesco para tecer suas críticas morais à sociedade urbana. Evidenciava a moralidade baseada em princípios contrários ao que os “bons costumes” da época aceitavam. Moralidade essa que mostravahomens que sentiam prazer na dor dos demais, e outras cenas, por vezes bizarras, que não estavam distantes da realidade. Devido a essas características, Sade foi um escritor pouco lido em sua época, apesar de ter produzido uma extensa obra. Também foi perseguido por diversas castas francesas, desde os revolucionários de 1789 até a monarquia, e mesmo assim, continuou publicando seus textos. Dentre osprincipais títulos estão “Justine”, “Contos Libertinos”, “Diálogo entre um Padre e um Moribundo”, “Os 120 Dias de Sodoma” e “A Filosofia na Alcova”, todos de caráter libertino.
Este último é composto por sete diálogos, os quais apresentam a educação sexual e social de Eugênia, uma garota de 15 anos criada rigorosamente dentro das leis religiosas por sua mãe devota. Os responsáveis pelosensinamentos da menina, são os protagonistas Madame de Saint Ange, uma libertina devassa, e Dolmancé, um sodomita por princípio e convicção e mestre da libertinagem. Juntam-se a eles o não menos devasso Cavalheiro de Mirvel, irmão de Madame e Agostinho, um empregado da casa onde se passa a trama. Trama essa que se desenvolve toda em dois dias, e ao final do segundo, Madame de Mistival, a mãe de Eugênia,entra em cena e puxa o desfecho da história.
No primeiro diálogo, a libertinagem é facilmente notada durante a conversa travada entre os irmãos Madame de Saint Ange e Mirvel, onde fica claro a relação incestuosa quando se beijam e ela o acaricia. Ainda nessa conversa, Madame promete a virgindade de Eugênia a Mirvel como pagamento por ele ter lhe conseguido Dolmancé.
Madame recebe Eugênia em suacasa e as duas partem para o toucador (local onde serão realizadas as aulas), no segundo diálogo. A partir daí dá-se inicio ao terceiro e mais longo diálogo do livro. Nele, estão presentes Madame, Eugênia e Dolmancé, que se prontificou a ajudar nas lições. Aqui, os dois “professores” colocarão na cabeça da ardente Eugênia todos os princípios da mais desenfreada libertinagem, juntando a prática àteoria. As lições são dadas gradativamente, e cabem a Dolmancé as tarefas de imaginar as posições do grupo e fazer o discurso filosófico. Muitas vezes vê-se que Dolmancé quase perde a cabeça diante dos encantos de Eugênia, e Madame é quem o impede de pular etapas e comprometer a ordem do aprendizado. Ordem que é seguida rigorosamente e muito importante para os libertinos. Dos beijos voluptuosos,...
tracking img