Resenha surplus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (769 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O documentário premiado do cineasta e produtor italiano Erik Gandini aborda a destruição de tudo que é mais importante para o mundo, por apenas um motivo: O CONSUMISMO. Tudo que nós destruímosprincipalmente o ambiente, deixando-nos na pobreza, nas dividas, na incerteza. A busca pela causa do que ocorreu em Seattle, só podia ser associado a um nome. John Zerzan, escritor, que diz que para salvaro mundo precisamos voltar à idade da pedra, e que o modo para chegar lá é destruir as indústrias e tudo mais. O vídeo documentário apresenta desde as manifestações publicas contra o G8 aos discursosde lideres mundiais, depoimentos de pessoas que tem em sua vida o consumismo presente. A comparação entre os dois mundos é inevitável, os países pobres e os países ricos, mostrando de uma cubana quetem sua primeira viagem e fica encantada com Mc Donalds, Burger King e com os comerciais de TV a um milionário sueco que não liga para o dinheiro, que sente falta do trabalho árduo e se queixa dequanto às coisas chegam fáceis a ele.
Em uma das cenas do documentário, conseguimos também ver o quanto o ser humano é descartável, quando o diretor mostra uma fábrica de bonecos para o prazer pessoal.O custo dos tais bonecos chegam a ser de 7 mil dólares.
Quase a mesma coisa acontece com a mídia, numa propaganda de 30 segundos com custo de milhões de dólares, para induzir pessoas a comprarprodutos muitas vezes até prejudicial à saúde. De comida a carros. Esse consumismo está crescendo cada vez mais, mas porque a sociedade se submete a trabalhar mais e ser manipulada, pois quando sesubmetem há trabalhar mais tempo às vezes ganha um pouco mais, logo o consumismo está sempre aumentando.
Tudo isto funciona como um grande circulo, que o ser humano sem perceber se coloca apto, o indivíduotrabalha, recebe seu salário, se deixa levar pela mídia, consome, e se dispõem a trabalhar mais para alimentar este vício que é o consumismo.
O documentário tem cenas fortes e é como um mantra que...
tracking img