Resenha sobre a crise da sociologia rural no brasil e suas tradições teóricas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (486 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A CRISE DA SOCIOLOGIA RURAL NO BRASIL E SUAS TRADIÇÕES
TEÓRICAS
Autor: William Héctor Gómez Soto

O texto gira em torno do debate sobre um conflito metodológico de definições sobre o mundorural, sua estrutura social, sua dinâmica e a sua progressão com os anos além de suas influências marxistas e capitalistas.
Segundo Buttel et al (1990), na sociologia rural americana pode-se identificartrês etapas: a primeira vai do início deste século até os primeiros anos da década de 50, onde o estudo sobre a agricultura foi construído como um dos muitos elementos necessários para compreender aestrutura social da vida comunitária rural. A segunda época, início da década de 50 até início da década de 70, é conhecida como a época do enfoque do comportamento psico-social, cuja manifestaçãomais conhecida foi à difusão-adoção de inovações. A terceira época refere-se à “nova sociologia da agricultura”.
Nota-se que a metodologia que buscava definir conceitos de rural na década de 50 eraessencialmente dedutivista, baseada em correntes filosóficas, sem a preocupação de uma de uma vivencia empírica e um conhecimento mais aprofundado sobre a dinâmica social do campo. As décadas de 70 a 80significaram a redescoberta de propostas clássica como Marx, Lenin e Chayanov.
As décadas seguintes vieram acompanhadas de um profundo processo de transformação no campo. A diferenciação entre aregião rural e a região urbana se torna cada vez mais difícil. A mecanização da produção rural fica cada vez mais presente e sua produção financia a indústria urbana. Levanta-se a discussão sobre aidentidade do homem do campo e suas relações com a terra e o lucro.
Segundo o texto, a nova sociologia rural procura entender a estrutura interna e a dinâmica da agricultura a partir de teoriasneo-weberianas e neo-marxistas. Dentre os temas tratados por esta nova perspectiva estão: o papel da etnicidade na persistência da agricultura familiar; a indústria agrícola; a força de trabalho assalariado...
tracking img