Resenha do livro o principe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1819 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha do Livro O Príncipe
Capítulo 1: Os vários tipos de Estado, e como são instituídos.
O livro começa mostrando dois tipos de Estados, os hereditários e o adquirido. E como são as duas formas de chegar ao poder, pela virtude e a outra pela fortuna.
Capítulo 2: As monarquias hereditárias.
No segundo capítulo mostra a dificuldade de se manter um Estado novo do que um Estado hereditário. Nohereditário o povo já está acostumado com autoridade de uma família.
Quando um príncipe conquista um novo Estado e deseja mudar os costumes o povo pode se revoltar. Na medida em que o Príncipe não ofende seus súditos e não mostra motivos para o povo odiá-lo, eles o quererão bem.
Capítulo 3: As monarquias mistas.
Neste capítulo mostra que o povo tem sempre vontade de mudança, e melhorar, porisso mudam de governantes esperando essas mudanças e melhorias, que segundo Maquiavel, é sempre para pior. Para ele, o príncipe precisa da ajuda dos moradores de um território para poder dominá-lo. As provocações vindas dos soldados do monarca, ou outros motivos, podem gerar inimigos para o príncipe. Quando se conquista um território da mesma região e língua fica mais fácil de dominar, quando seconquista um território com língua diferente a forma mais segura é que a monarca habite-os pessoalmente. Ou se mantendo presentes habitando um ou dois lugares estratégicos dentro da província tomando a casa das pessoas, assim a população não vai se opor ao príncipe para que o mesmo os deixe em paz.

Capítulo 4: Por que o reino de Dario, ocupado por Alexandre, não se rebelou contra os sucessoresdeste, após a sua morte.
Os reinos são governados de duas formas: por um príncipe e seus assistentes, ou por um príncipe e vários barões, os barões são ligados ao príncipe por laços de natural afeição. Estes que estão junto ao príncipe, são os nobres, os prestigiados, e sempre entre esses tem um que deseja inovações. Esses são sempre os que ajudam um invasor a pegar o poder, não basta acabar com afamília do príncipe também é necessário acabar com os nobres que estão prontos para liderar uma nova revolução.
Capítulo 5: O modo de governar as cidades ou Estados que antes de conquistados tinham suas próprias leis.
Para se dominar um estado que vive em liberdade Maquiavel nos mostra três formas: arruinando-o, habitando-o ou permitindo-lhe que viva com as suas próprias leis, colocando algumaspessoas que sejam amigas. Quando se domina uma cidade que era livre sem destruí-la com certeza no futuro será destruído por ela, sempre existem pessoas que buscam a liberdade perdida. Por isso Maquiavel dizia é melhor respeitar os costumes do território conquistado ou então destruí-lo. Já um povo que está acostumado a viver sobre o governo de príncipes é fácil dominá-los, pois eles não sabemviver em liberdade. Por isso o príncipe deve ser deixar o povo pensar que tudo está bem e que ele é um homem muito bom. O que seria de um príncipe seu povo para governar.
Capítulo 6: Os novos domínios conquistados com valor e com as próprias armas.
Os homens sempre seguem exemplos de outros, segundo os seus acertos e refazendo os seus erros. Os príncipes que adquirem esse titulo por suas lutassempre matem o seu reinado. Segundo Maquiavel, as dificuldades se originam em parte nas inovações que são obrigados a introduzir para organizar seu governo com segurança. É fácil fazer o povo mudar de opinião difícil é fazer com que eles mantenham. Quem conquista algo com as suas próprias armas é mais reconhecido do que aqueles que conquistam algo através das armas dos outros.
Capítulo 7: Os novosdomínios conquistados com as armas alheias e boa sorte.
Quando se conquista o poder em troca de dinheiro dificilmente se matem, se não tomar muito cuidado perderá o que conquistou de forma alheia facilmente.
Capítulo 8: Os que com atos criminosos chegaram ao governo de um Estado.
Maquiavel mostra dois exemplos de pessoas que se tornaram príncipes por meio do crime, o primeiro o de Agátocles,...
tracking img