Resenha do livro “o brasileiro e seu corpo”

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (471 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha do livro
“O brasileiro e seu corpo”
O autor aborda os conceitos de indisponibilidade corporal e as modificações para um corpo presente, elaborador, receptor e emissor de cultura e na suavisão, o corpo é um elemento de dominação, sendo ele dominado ou dominador. A ótica de classe social elaborada por Marx atravessa esta visão de corporeidade.
O corpo humano como suporte de signossociais
Mostra como o nosso código lingüístico nos impõe limites, os limites da própria cultura, e que o nosso instrumento básico de comunicação é a palavra.
Faz uma reflexão do corpo, mostra que cadaindividuo tem uma marca que vem dos nossos pais, as outras marcas são adquiridas culturalmente.
E assim a dependência biológica vai se tornando cultural e assim o corpo é apropriado pela cultura e vaisendo cada vez mais um suporte de signos sociais.
O autor mostra como o corpo não deve ser uma peça que cumpre a sua função dentro da engrenagem social, fala que é preciso perceber que os aparelhosIdeológicos e Repressivos de Estado se encontram fundamentalmente a serviço da classe dominante.
Conta que a população brasileira vivem entre a pobreza e a miséria absoluta, cita que está situaçãoescandalosa em que se encontram os corpos brasileiros.
Apresenta então como o corpo precisa se libertar para a conquista da transformação social concreta.
O corpo lesado dos marginalizados
Nesta partedo livro o autor mostra que não é o corpo-burguês que produz o corpo-marginal. Ambos se fazem a partir de certas relações sociais de trabalhadores que são dinâmicas, dialéticas. E assim mostra asituação de trabalho que deve estar na base de toda esta análise faz de nossa sociedade e de nosso corpo onde produzem toda esta nossa pobreza e miséria, e a partir da contradição entre o capital e otrabalho.
E faz uma relação entre o corpo burguês e o corpo marginal e diz que só a partir de uma emancipação autentica das classes dominadas que a sociedade poderá almejar uma verdadeira democracia e...
tracking img