Resenha do filme sicko

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (262 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sicko é um filme-documentário de Michael Moore, de 2007, que mostra e denuncia o sistema de saúde norte-americano em todas as suas facetas, no mínimo,perversas.
Nos Estados Unidos não existe um sistema único de saúde, público, toda a saúde americana é entregue às mãos da iniciativa privada, e como todainiciativa privada tende a maximizar seus lucros, não é de se estranhar que a qualidade, a abrangência e a eficiência sejam bastante discutíveis.
Oautor nos conta um caso digno de se prestar atenção, no qual um homem, ao cortar dois dedos em uma serra elétrica, teve que fazer a peculiar escolha:US$60.000 para restaurar o dedo anular ou US$12.000 para restaurar o dedo médio. Não tendo dinheiro para ambos os dedos, o cidadão teve que escolher o mais emconta para o seu bolso.
Para fazer comparação com outros sistemas de saúde, Moore passa por Canadá, Inglaterra, França e Cuba, que são países quepossuem sistema público de saúde. Viajando pelo Canadá, vemos que muitos cidadãos americanos atravessam a fronteira para buscar tratamento gratuito. No ReinoUnido, o estado paga a passagem para você ir até o hospital. Em Cuba, onde os americanos aprendem desde cedo que “é a morada de Lúcifer”, a saúde é de qualidadee gratuita.
É engraçado observar o tom irônico durante todo o documentário ao fazer suas comparações e observações.
Pode-se observar que o paísque se intitula o paladino da liberdade e dos direitos inerentes aos seres humanos, não garante saúde a seus compatriotas.

Por Guilherme Carvalho
tracking img