Relatorio de micro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1151 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Observação de grãos de amido
1. Introdução:
O amido (C6H10O5) é um polissacarídeo que constitui uma das principais substâncias de reserva das plantas, ao longo da evolução tem sido usado não somente como reserva para a própria planta, mas também como uma das mais importantes fontes de energia para os níveis subsequentes da cadeia alimentar nos ecossistemas (Zeeman et al.2004).
Seu tamanhopode estar compreendido entre 20 a 150 micrômetros de diâmetro e forma-se dentro do leucoplasto, embora a síntese orgânica seja feita nos cloroplastos. Nos cloroplastos, o amido é produzido durante o período fotossintético, sendo rapidamente metabolizado durante o período noturno (Beck & Ziegler 1989).
Os amiloplastos são encontrados em vários tecidos e órgãos não fotossintetizantes comoparênquima de raízes e caules, tubérculos, endosperma ou cotilédones de sementes, Dependendo da origem, o amido possui diferentes proporções de amilose e de amilopectina (Amaral 2007).
Podem ocorrer nas sementes (milho, arroz, trigo, feijão etc.), raízes (mandioca) ou caules (batata inglesa). Ao absorver iodo, adquire uma coloração escura característica, que desaparece por aquecimento e volta porresfriamento. O amido é insolúvel em água fria e pouco solúvel em água quente. Sua hidrólise em presença de ácido dá origem à glicose, com formação intermediária de dextrinas (polissacarídeos) e maltose. A hidrólise se consegue por meio do malte (cevada germinada), que possui a enzima chamada amilase (ou diástase). No organismo humano a hidrólise ou desdobramento do amido principia na boca, sob ação daamilase que existe na saliva (a ptialina), e prossegue no estômago com a amilase do suco pancreático (Costa 2007).
A observação de material microscópico exige a aplicação de diversas técnicas que permitem uma melhor visualização dos seus componentes, uma vez que as células para além das suas reduzidas dimensões não apresentam contraste entre os seus constituintes. A técnica de coloração éutilizada sempre que se quer por em evidência certas estruturas celulares o que se torna possível visto que determinados constituintes celulares tendem a absorver certos corantes enquanto que outros não têm essa capacidade.
As substâncias que se usam como corantes criam, ao nível das células e dos seus organitos, diferença no grau de absorção da luz e por isso cada corante cora especialmente umdeterminado organito (corantes seletivos). Embora existam inúmeros corantes, cingir-me aos utilizados por nó s nas aulas.
Assim sendo, o azul metileno é um corante básico que atua preferencialmente sobre o núcleo, corando-o de azul. A solução de Lugol é um corante não vital que evidencia os amiloplastos, o núcleo e a parede celular corando-os de roxo ou castanho.

2. Objetivo:
* Observar ecomparar alguns tipos de grãos de amido em células vegetais;
* Identificar parede celular, vacúolos, em células vegetais.

3. Materiais:
*
* Microscópio
* Lâmina de barbear
* Água destilada
* Vegetais: Batata e Banana
* Pincel fino
* Lâmina
* Papel de filtro
* Conta gotas
* Solução de Lugol
* Lamínula
* Pinça
* Faca

4. Métodoutilizado:
* Obtenham- se uma camada bem fina de batata.
* Montou-se uma lâmina com água destilada. Examinou-se, identifiquem-se as estruturas visualizadas e desenhe- se.
* Montou-se uma lâmina só com as gotículas que exsudam da batata. Faça- se com e sem lugol.
* Amassou-se um pedacinho de banana prata e misturou-se com água.
* Montou-se uma lâmina com duas gotas da mistura obtida.* Colocou-se lugol e examinou-se.
* Repita-se o procedimento para outros materiais disponíveis (aveia, trigo, etc.) e compararam-se os grãos de amido de cada um.

5. Resultado e discussão:
Durante o processo de observação do amido em mistura com água destilada, focalizamos sua composição de forma mais aprofundada, “hilo” e “estrias”, em que estes são cristais de amido reunidos...
tracking img