Relacionamentos amoros nas empresas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (422 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Normalmente os brasileiros passam cerca de 1/3 de seu dia no ambiente de trabalho, sendo inevitáveis as afinidades entre os funcionários. Nesse sentido, os interesses entre homens e mulheres podemsurgir freqüentemente, para alguns isso só tem o lado positivo, que você pode encontrar a qualquer momento um namorado(a), mesmo que essas trocas afetivas seja restritas.
Porem muitas empresas encaraesse tipo de relacionamento prejudicial, pois problema no relacionamento do casal pode afetar diretamente a empresa. Eli Alvez da Silva, presidente da Comissão de Direito Trabalhista da OAB de 2010,afirma que a proibição dos relacionamentos amorosos extrapolam o poder de disciplina da empresa, que o empregador pode impedir trocas afetivas e sexual entre o casal. Juliana Borges, advogadatrabalhista, reforça que o empregado que for dispensado por manter relacionamento amoroso com um colega pode entrar com uma ação na Justiça e pedir indenização por dano moral.
Uma política mais pacífica que asempresa vêem adotando é a troca de setores entre os empregados. "Hoje em dia, o que costuma acontecer é a transferência de um dos dois para outro departamento, mas sem chegar ao ponto da demissão",diz Dario Guimalhães.
Para evitar esses tipo de constrangimento e futuros problemas judiciais, José João da Costa elaborou cinco dicas básicas para convivência do casal no trabalho.

1. Manter adiscrição. Mesmo que seja permitido o relacionamento dentro da empresa evite demonstrações afetivas dentro da empresa, principalmente as “negativas” como o ciúme, isso pode prejudicar a produtividade daempresa.

2. Evite conversas em excesso e possíveis discussões. Problemas pessoais devem ser resolvidos fora da empresa, evitando dessa forma que o assunto seja foco das conversas entre os colegas.3. Trate o seu parceiro como colega de trabalho. Prevaleça sempre o profissionalismo, encarando como “proibido” qualquer demonstração mais afetiva, refira-se ao parceiro por pelo seu nome,...
tracking img