Reciclagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3299 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
LAKATOS, E.M.; MARCONI, M. de A. O conhecimento científico e outros tipos de conhecimento. In: ______. Fundamentos de metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2007. cap. 3. p. 75-82.
Ciência e conhecimento científico
3.1 O conhecimento científico e outros tipos de conhecimento
obtido Ao se falar em conhecimento científico, o primeiro passo consiste em diferenciá-lo de outros tipos deconhecimento existentes. Para tal, analisemos uma situação histórica, que pode servir de exemplo.
Desde a Antiguidade, até aos nossos dias, um camponês, mesmo iletrado e/ou desprovido de outros conhecimentos, sabe o momento certo da semeadura, a época da colheita, a necessidade a utilização de adubos, as providencias a serem tomadas para a defesa das plantações de ervas daninhas e pragas e o tipode solo adequado para as diferentes culturas. Tem também conhecimento de que o cultivo d mesmo tipo, todos os anos, no mesmo local, exaure o solo. Já no período feudal, o sistema de cultivo era em faixas: duas cultivadas e uma terceira “em repouso”, alternando-as de ano para ano,nunca cultivando a mesma planta, dois anos seguidos, numa única faixa. O início da Revolução Agrícola não se prende aoaparecimento, no século XVIII, de melhores arados, enxadas e outros tipos de maquinaria, mas à introdução, na segunda metade do século XVII, da cultura do nabo e do trevo, pois seu plantio evitava o desperdício de deixar a terra em pouso: seu cultivo “revitalizava” o solo, permitindo o uso constante. Hoje, a agricultura utiliza-se de sementes selecionadas, de adubos químicos, de defensivos contraas pragas e tenta-se, até, o controle biológico dos insetos daninhos.
Mesclam-se, neste exemplo, dois tipos de conhecimento: o primeiro, vulgar ou popular, geralmente típico do camponês, transmitido de geração para geração por meio da educação informal e baseado em imitação e experiência pessoal; portanto, empírico e desprovido de conhecimento sobre a composição do solo, das causas dodesenvolvimento das plantas, da natureza das pragas, do ciclo reprodutivo dos insetos etc.; o segundo, científico, é transmitido por intermédio de treinamento apropriado, sendo um conhecimento de modo racional, conduzido por meio de procedimentos científicos. Visa explicar “por que” e “como” os fenômenos ocorrem, na tentativa de evidenciar os fatos que estão correlacionados, numa visão mais globalizante doque a relacionada com um simples fato – uma cultura específica, de trigo, por exemplo.
3.1.1 Correlação entre conhecimento popular e conhecimento científico
O conhecimento vulgar ou popular às vezes denominada senso comum, não se distingue do conhecimento científico nem pela veracidade nem pela natureza do objeto conhecido: o que diferencia é a forma, o modo ou o método e os instrumentos do“conhecer”. Saber que determinada planta necessita de uma quantidade “X” de água e que, se não a receber de forma “natural”, deve ser irrigada pode ser um conhecimento verdadeiro e comprovável, mas, nem por isso, científico. Para que isso ocorra, é necessário ir mais além: conhecer a natureza dos vegetais, sua composição, seu ciclo de desenvolvimento e as particularidades que distinguem uma espécie deoutra. Dessa forma, patenteiam-se dois aspectos:
a) A ciência não é o único caminho de acesso ao conhecimento e à verdade.
b) Um mesmo objeto ou fenômeno – uma planta, um mineral, uma comunidade ou as relações entre chefes e subordinados – pode ser matéria de observação tanto para o cientista quanto para o homem comum; o que leva um ao conhecimento científico e outro ao vulgar ou popular é a formade observação. Para Bunge(1976, p. 20), a descontinuidade radical existente entre a Ciência e o conhecimento popular, em numerosos aspectos (principalmente no que se refere ao método), não nos deve fazer ignorar certa continuidade em outros aspectos, principalmente quando limitamos o conceito de conhecimento vulgar ao “bom-senso”. Se excluirmos o conhecimento mítico (raios e trovões como...
tracking img