Reciclagem nas escolas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1185 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Marly Aparecida Andrade Buzo
Professor-Tutor Externo - Renato
Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI
Pedagogia (PED 0377) – Prática do Módulo III
03/07/12


RESUMO

O gerenciamento correto do lixo, baseado na coleta seletiva érea aproveitamento, representa hoje, um tema bastante complexo, pois além de exercer uma ação direta no meio ambiente, relaciona-se também com a nossapolítica, nossa economia e até mesmo com os nossos padrões de comportamento humano. Porém, por razões culturais, o ser humano ainda resiste em fazer da reciclagem uma prática habitual. Durante a realização de um projeto de intervenção na escola, procurou-se investigar a maneira pela qual os professores estariam atuando em suas práticas pedagógicas, a fim de despertar nos alunos, a consciênciaambiental necessária para que estes passassem a gerenciar adequadamente os resíduos sólidos, produzidos diariamente em sua comunidade. Para tanto, realizou-se um questionário acerca da prática docente, dirigida aos professores e, também, oficinas com atividades de aproveitamento do lixo, orientadas aos alunos. Os resultados obtidos mostraram que existe pouco compromisso com a interdisciplinaridaderelacionada à Educação Ambiental e, restrições preconceituosas quando se fala em lixo. Isso demonstra a necessidade de capacitação contínua em Educação Ambiental e muito investimento na formação de todos os profissionais da educação. Só assim, promover-se-á as urgentes mudanças
comportamentais e de valores em nossos alunos.

Palavras-chave: Educação ambiental – lixo – interdisciplinaridade –mudanças comportamentais.


1 INTRODUÇÃO

No passado, a produção de lixo pela população não causava o impacto sobre o meio ambiente que pode ser visto hoje, uma vez que a maioria dos resíduos produzidos era de natureza orgânica e, portanto, mais fácil de ser degradada. Além disso, restos de comida, frutas e legumes eram utilizados na alimentação de animais domésticos, o que também contribuía paradiminuir o volume dos resíduos sólidos (Cavalcante, 2002).

A Revolução Industrial, iniciada na Inglaterra em 1779, desencadeou o processo de urbanização (Dias, 2002), mudando significativamente a vida das pessoas. O elevado índice de urbanização e o sistema capitalista de produção são características marcantes da sociedade moderna.

A utilização excessiva de embalagens na comercialização deprodutos, tem sido outra característica do modo industrial vigente. Embalagens múltiplas são utilizadas para proteção dos produtos, distribuição, e promoção de vendas, conferindo praticidade e atratividade, mas ao mesmo tempo aumentando a produção de resíduos sólidos (Gradvohl, 2001).

No Brasil, são produzidas cerca de 47.450 mil toneladas de lixo por ano (Bley Jr, 2001). Nos últimos anos, temsido verificado um aumento desse volume superior a 10% ao ano, chegando a 40% em Salvador e 22% no Rio de Janeiro e Curitiba (Cozetti, 2001). A Pesquisa Nacional de Saneamento Básico 2000 revelou uma melhoria na situação da destinação final do lixo no país. Este estudo verificou que em 2000, 47,1% do lixo produzido era destinado a aterros sanitários, 22,3 % a aterros controlados e apenas 30,5 % alixões (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE, 2002).

A gestão e a destinação final dos resíduos sólidos urbanos, comumente denominados lixo, constituem grandes problemas a serem enfrentados pela humanidade (Carvalho et al., 2006). No passado, a produção de lixo pela população não causava o impacto sobre o meio ambiente que pode ser visto hoje, uma vez que a maioria dos resíduosproduzidos era de natureza orgânica e, portanto, mais fácil de ser degradada (Cavalcante, 2002).

Em relação a toda problemática do lixo no Brasil, a falta de espaço para a sua disposição final é outro fator agravante, que está relacionado com a rápida saturação dos aterros sanitários. Há várias maneiras de diminuir o volume de lixo destinado aos aterros como incineração, digestão anaeróbia,...
tracking img